Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Sábado 24 de Fevereiro de 2024

Menu

Esclarecimento

Erro de digitação passa informações falsas em relação as águas de Marcelândia e Matupá

De acordo com as empresas, a água atende estritamente todos os padrões de potabilidade

Geral | 25 de Outubro de 2023 as 16h 47min
Fonte: Redação

Foto: Divulgação

Um erro de digitação acometeu uma série de erros de informações sobre a qualidade das águas do município de Marcelândia e Matupá no dia de hoje. O GC postou sobre o ocorrido mais cedo.

As concessionárias Águas de Matupá e Águas de Marcelândia emitiram um comunicado conjunto para esclarecer que a água fornecida à população atende rigorosamente aos padrões de potabilidade estabelecidos pelo Ministério da Saúde.

De acordo com as empresas, a água atende estritamente todos os padrões de potabilidade estabelecidos pelo Ministério da Saúde, e a suposta presença de agrotóxicos se deve a um erro de digitação no resultado divulgado pelo Sistema de Informação de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano (SISAGUA), do Ministério da Saúde.

Esse não é o primeiro caso desse tipo, pois em 10 de março de 2022, uma situação semelhante foi relatada e posteriormente esclarecida como um mero erro de digitação.

As concessionárias afirmam que seguirão o mesmo procedimento que utilizaram anteriormente junto à Vigilância Sanitária para retificar as inconsistências no resultado da análise.

 

Confira a nota na íntegra: 

As concessionárias Águas de Matupá e Águas de Marcelândia informam que a água fornecida para população obedece, rigorosamente, todos os padrões de potabilidade estabelecidos pelo Ministério da Saúde. Desta forma, em relação a suposta presença de agrotóxicos em quantidade acima do permitido, esclarece que tal informação não é verdadeira. Trata-se apenas de um erro de digitação do resultado divulgado na plataforma do Sistema de Informação de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano, do Ministério da Saúde – SISAGUA, como já ocorrido no passado.

Em 10 de março de 2022 também foi veiculada notícia sobre contaminação da água, tendo sido esclarecido e comprovado que tratava-se de mero erro de digitação. A concessionária adotará, para este caso, o mesmo procedimento realizado no passado, junto a Vigilância Sanitária, para retificar as inconsistências.

Por fim, todos os resultados das análises são disponibilizados nas contas de água mensalmente, e os clientes recebem anualmente o Relatório Anual de Qualidade da Água, contendo um resumo das análises de potabilidade realizadas ao longo dos últimos 12 meses, o que reflete o compromisso da concessionária em fornecer água tratada, segura e de alta qualidade para as comunidades.