Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa tarde, Sexta Feira 01 de Março de 2024

Menu

Agrotóxicos

Marcelândia e Matupá têm alerta máximo de contaminação da água

Cidades estão entre oas 28 do Brasil com substâncias químicas acima do limite permitido

Geral | 25 de Outubro de 2023 as 13h 42min
Fonte: Mídia News

Foto: Reprodução

Os municípios de Marcelândia e Matupá estão entre os 28 no Brasil com alerta máximo pela presença de agrotóxicos na água que é utilizada para o consumo da população.

Os níveis das substâncias estão acima dos limites considerados seguros pelo Ministério da Saúde e podem gerar sérios riscos à saúde.

Mesmo tratada, a água pode carregar agrotóxicos e outras substâncias químicas e radioativas. O consumo contínuo pode gerar doenças crônicas, como o câncer, entre outros problemas de saúde.

O relatório não analisa a água de todos os municípios de Mato Grosso, já que nem todos enviam os dados para o Sisagua (Sistema de Informação de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano). Isso significa que os agrotóxicos com risco à saúde podem estar presentes na água de mais municípios do Estado.

Os dados são referentes a análises de 2022 e foram publicados pelos Sisagua, com os resultados divulgados pelo site Repórter Brasil, a partir de informações do Ministério da Saúde.

Além de Mato Grosso, municípios de São Paulo, Minas Gerais, Goiás e Tocantins aparecem na lista, com cidades dos dois primeiros estados aparecendo mais vezes.

Em relatório anterior, feito com dados de amostras entre 2018 e 2020, o “Mapa da Água” já tinha apontado cidades de Mato Grosso com níveis acima do limite de segurança permitido para a saúde. Na época, o Mapa apontou cidades como Cuiabá, Tangará da Serra, Cáceres, Sorriso e Primavera do Leste na lista, dentre dezessete no estado com água contaminada.