Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Quarta Feira 27 de Outubro de 2021

Saúde

Segunda etapa de vacinação contra gripe começou ontem (11) em Sinop

Cerca de 1,8 mil professores devem ser vacinados

Campanha nacional | 12 de Maio de 2021 as 08h 16min
Fonte: Redação com assessoria

A Secretaria de Saúde de Sinop deu início, nesta terça-feira (11), no desenvolvimento da segunda etapa da campanha nacional de vacinação contra gripe, na qual o público alvo é composto por professores e idosos com 60 anos ou mais. Esta etapa vai até o dia 08 de junho e a vacinação segue disponível em 11 locais, de segunda à sexta-feira.

Cerca de 1,8 mil professores devem ser vacinados. Para receber o imunizante, é necessário comprovação de vínculo mediante apresentação de holerite ou carteira assinada. Quanto aos idosos, a estimativa é atender cerca de 13 mil pessoas. Além de algum documento oficial com foto, é importante apresentar o cartão de vacinação.

Conforme orientação do Ministério da Saúde, no caso dos idosos, a vacinação contra gripe deve respeitar o período mínimo de 14 dias de intervalo após a aplicação da vacina contra Covid-19.

A outra recomendação é direcionada às pessoas que estão com suspeitas ou em caso de casos confirmados de Covid-19. “Recomenda-se o adiamento da vacinação contra a influenza nas pessoas com quadro sugestivo de infecção pela Covid-19 em atividade para se evitar confusão com outros diagnósticos diferenciais. Como a piora clínica pode ocorrer até duas semanas após a infecção, idealmente a vacinação deve ser adiada até a recuperação clínica total e pelo menos quatro semanas após o início dos sintomas ou quatro semanas a partir da primeira amostra de PCR positiva em pessoas assintomáticas”, destaca o documento.

No caso de pessoas que compõe o grupo atendido na primeira etapa (crianças entre 6 meses e 6 anos, gestantes e puérperas com 45 dias após parto e trabalhadores da área da saúde) que, por algum motivo não comparecem até alguma unidade para vacinação, a aplicação segue disponível nos mesmos locais.