Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa noite, Sexta Feira 01 de Julho de 2022

Menu

Saúde

Saúde alerta sobre importância da vacinação contra gripe para evitar circulação do vírus

Da meta de aproximadamente 43 mil pessoas, a cobertura ainda não atingiu 30%

Baixa procura | 24 de Maio de 2022 as 10h 41min
Fonte: Karoline Kuhn - Assecom

Foto: Assecom

A campanha nacional de imunização contra Influenza, popularmente conhecida como gripe, está em andamento desde abril e a procura das pessoas que formam o público-alvo em Sinop segue baixa. Da meta de aproximadamente 43 mil pessoas, a cobertura ainda não atingiu 30%. A secretária de Saúde, Daniela Galhardo, destaca que a Secretaria oferece o imunizante em vários pontos da cidade de segunda à sexta-feira, além de fazer ações especiais aos sábados, também em diferentes localidades. “É de suma importância a vacina da influenza. Estamos com a campanha desde abril e é interessante que as pessoas procurem as unidades e deixem o cartão de vacinas atualizado. É uma forma de prevenir e de impedir que o vírus se fortaleça e propague”, pontuou.

A sensação de falsa segurança pode ser um dos motivos causadores da baixa procura. É o que aponta a coordenadora de Imunização e Rede Frio, Sirlei Castilho. “Por conta do vírus ainda não estar circulando na nossa região, as pessoas estão com essa falsa sensação de que não vão contrair a gripe nesse período”, destacou.

Ela lembra que o vírus sofre constante mutação e a vacinação, ofertada anualmente, é fundamental para que a pessoa não sofra complicações em decorrência da doença. “A vacina ofertada pelo Ministério da Saúde é a trivalente, que é a H1N1, H3N2 e um sorotipo B, que são os vírus mais comuns e que se o indivíduo com uma saúde mais prejudicada chegar a contrair o vírus, a chance de internação, complicação e até a morte é bem maior”, reforçou.

A campanha, iniciada pelo Governo Federal em abril, tem como objetivo vacinar os seguintes grupos: idosos com 60 anos ou mais; trabalhadores da saúde; crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade; gestantes e puérperas; povos indígenas; professores; pessoas com deficiência permanente; caminhoneiros; trabalhadores de transporte coletivo rodoviário; membros das forças de segurança e salvamento e forças armadas e, trabalhadores portuários. Destes grupos, a menor procura tem sido de crianças, gestantes e puérperas. Já os idosos e os trabalhadores são os grupos que têm procurado pelo imunizante com mais frequência.

Para vacinar, além de compor os grupos prioritários estipulados pelo Ministério da Saúde, o munícipe deve apresentar documentos pessoais, cartão SUS e o cartão de vacinação.

 

Confira os locais de vacinação

De segunda à sexta-feira - das 7h às 10h30 e das 13h às 16h30:

UBS Sabrina

UBS São Francisco

UBS Nações

UBS Oliveiras

UBS Palmeiras

UBS Primaveras

UBS Camping Club

UBS São Cristóvão

UBS Ibirapuera

UBS Maria Vindilina II

CIA Jacarandás - das 7h às 17h30

CIA André Maggi  - das 7h às 17h30

CIA Umuarama - das 7h às 17h30

 

Segundas, quartas e sextas-feiras - das 7h às 10h30 e das 13h às 16h30:

UBS Alto da Glória

UBS Gente Feliz

 

Confira os locais de vacinação de sábado – 8h às 17h:

UBS Sabrina

UBS São Francisco

UBS Ibirapuera

UBS Nações

UBS Palmeiras

UBS Primaveras

UBS Maria Vindilina II

CIA Jacarandás

CIA André Maggi