Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa noite, Terça Feira 05 de Dezembro de 2023

Menu

Público e privado

SAE capacita profissionais da saúde para diagnóstico precoce de doenças sexualmente transmissíveis

O evento faz parte do cronograma de ações da Secretaria para dar mais agilidade no atendimento e diagnóstico precoce das doenças sexualmente transmissíveis

Saúde | 10 de Março de 2023 as 16h 55min
Fonte: Assecom

Foto: Assecom

O SAE, é um Serviço de Atendimento Especializado voltado à doenças sexualmente transmissíveis. É um dos braços de serviço da Secretaria de Saúde, mas que regula pacientes de todas as instituições de saúde do município, incluindo os pacientes de hospitais particulares que podem buscar, desde acompanhamentos clínicos, psicológicos à medicações.

Para garantir a qualidade, tanto do diagnóstico quanto do atendimento dos pacientes, o SAE realizou, hoje, sexta-feira, 10, mais uma rodade de capacitação para enfermeiros e técnicos de enfermagem da rede pública municipal de saúde, hospital público e privados, maternidade e UPA 24h.

O evento faz parte do cronograma de ações da Secretaria para dar mais agilidade no atendimento e diagnóstico precoce das doenças sexualmente transmissíveis (HIV, sífilis e hepatites B e C).

A médica infectologista, Erica Pedraça (uma das palestrantes), explicou sobre os cuidados durante o diagnóstico das hepatites virais. "Os profissionais precisam ter informações de como, fazer diagnóstico, quais pacientes precisam de acompanhamento e sobre as notificações que são obrigatórias”, destacou ao ilustrar que toda a notificação serve para desenvolvimento de campanhas relacionadas ao tema mas, principalmente, o controle de aquisição e distribuição de medicamentos.

“É importante a gente ter profissionais capacitados em todos os serviços de saúde para realizar os testes e fazer um acolhimento adequado” ressaltou a enfermeira do SAE, Lucia Mendes Tomaz.

Já a enfermeira Adriana, que atua na UPA do Menino Jesus, reforçou a importância de participar dessa ação. "Vem para agregar mais conhecimento para nossa área, porque conhecimento sempre é bom para nosso dia a dia, para acolher melhor o paciente”.

A capacitação, que teve início nesta sexta-feira, no auditório do SAE, seguirá amanhã (sábado, 11), com palestras e demonstração da realização do teste rápido.