Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Sexta Feira 24 de Maio de 2024

Menu

Prevenção

Prefeitura orienta sobre os cuidados constantes no combate à dengue

Neste ano, nos sete primeiros meses, somam 2.621 notificações e 353 casos confirmados da doença

Saúde | 02 de Agosto de 2023 as 11h 37min
Fonte: Daiane Stela - Assecom

Foto: Arquivo

A Secretaria de Saúde de Sinop, por meio do Centro de Combate às Endemias, reforça as ações de combate à dengue e orienta a população sobre a importância de manter os cuidados, mesmo durante o período de estiagem, para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya.

O coordenador de endemias, Alef de Souza Costa, explica que os trabalhos realizados em campo pelos agentes não param, e que a cada residência visitada os moradores são orientados, sobre a limpeza dos quintais, cuidados que devem ter com lixo doméstico e recipientes que possam acumular água. 

“As pessoas precisam criar o hábito de se preocupar o ano todo, pois não é apenas no período da chuva que o mosquito se prolifera.  O mosquito se prolifera em qualquer depósito que acumule água. Por isso é necessário que o cuidado seja mantido durante todo o ano”, explicou o coordenador. 

Em 2022, de janeiro a julho foram 5.719 notificações, e 2.100 casos da doença. Neste ano, nos sete primeiros meses, somam 2.621 notificações e 353 casos confirmados da doença. Mesmo com a baixa, o coordenador alerta sobre a necessidade de continuar com a prevenção para evitar o crescimento da reprodução do Aedes. 

“Contamos com a colaboração de toda população, pois, apesar da queda no número de notificações e de casos da doença, a proliferação do mosquito é sempre uma preocupação. Precisamos continuar com os cuidados. A dica é, pelo menos uma vez na semana, dar uma geral no quintal, verificar se tem água acumulada e eliminar os recipientes que possam se tornar criadouros. Principalmente quando for viajar e ficar por mais de uma semana fora, poderá retornar e já encontrar os mosquitos adultos em fase de alimentação sanguínea”, orientou.