Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa noite, Segunda Feira 16 de Maio de 2022

Menu

Saúde

Prefeitura mantém vacinação aos sábados em maio

Vacina Sinop | 03 de Maio de 2022 as 18h 02min
Fonte: Karoline Kuhn - Assessoria da Prefeitura

Foto: Assessoria/Arquivo

A Prefeitura de Sinop manterá, neste mês de maio, 9 locais de atendimentos para atualização do cartão de vacinas da população, infantil e adulta, aos sábados. A exemplo do que vem sendo desenvolvido nos últimos meses, a vacinação está disponível das 8h às 17h, sem intervalos. Os atendimentos ocorrem por ordem de chegada. 

Estarão disponíveis à população as vacinas consideradas de rotina (rubéola, tétano, poliomielite entre outras), contra Covid-19 para o público adulto e pediátrico independente da fase de vacinação (1ª, 2ª, 3ª ou 4ª dose), além de serem desenvolvidas, também, as campanhas nacionais de imunização contra gripe (Influenza) e sarampo para os grupos definidos pelo Ministério da Saúde.

Confira os locais de atendimento:

UBS Sabrina

UBS São Francisco

UBS Ibirapuera

UBS Nações

UBS Palmeiras

UBS Primaveras

UBS Maria Vindilina II

CIA Jacarandás

CIA André Maggi

A vacina pediátrica contra Covid (para crianças entre 05 e 11 anos) estará disponível apenas nos CIA’s André Maggi e Jacarandás. A apresentação dos documentos pessoais e o cartão de vacinação é obrigatório na data de vacinação.

 

Quem pode receber a vacina contra gripe?

Na campanha contra gripe, estão sendo atendidos os seguintes grupos: crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias); trabalhadores da saúde dos serviços público e privado; gestantes e puérperas (todas as mulheres no período até 45 dias após o parto); professores do ensino básico e superior; povos indígenas; idosos com 60 anos ou mais; profissionais das forças de segurança e salvamento; profissionais das forças armadas; caminhoneiros e trabalhadores de transporte coletivo rodoviário para passageiros urbanos e de longo curso e, pessoas com deficiência permanente.

Todos os profissionais que compõe o grupo prioritário, no ato da vacinação, devem comprovar vínculo de atividade, como cópias de holerites ou carteira de trabalho. No caso das puérperas, é importante apresentar a certidão de nascimento da criança ou o cartão da gestante.

Também fazem parte do público-alvo na campanha contra gripe as pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais. Nestes casos, segundo o informe técnico do Ministério da Saúde, é importante apresentar algum comprovante que demonstre pertencer a algum dos grupos de risco (exames, receitas, relatório médico, prescrição médica, por exemplo).

Desde o início da campanha até o momento, o Ministério da Saúde aponta que pouco mais de 4 mil doses foram aplicadas no município. O público estimado é de 43,1 mil pessoas.

 

Quem pode receber a vacina contra o sarampo?

Nesta campanha, o público a ser vacinado é formado por crianças de seis meses a menores de 5 anos de idade e trabalhadores da saúde, totalizando 16,5 mil pessoas. Até o momento, foram aplicadas 1,5 mil doses conforme a última atualização no portal LocalizaSUS, do Ministério da Saúde.