Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Sexta Feira 28 de Janeiro de 2022

Saúde

Prefeitura abre ambulatório de saúde mental para atender menores

Está instalado anexo ao Centro de Especialidades Médicas

Saúde mental | 11 de Janeiro de 2022 as 08h 18min
Fonte: Assessoria

Foto: Assessoria

Sinop passa a contar com o ambulatório de saúde mental infantojuvenil Passo a Passo. Instalado anexo ao Centro de Especialidades Médicas (CEM), a unidade tem como objetivo atender crianças e jovens com até 17 anos que apresentem algum tipo transtorno mental. A abertura oficial ocorreu nesta segunda-feira (10), com a visita do prefeito Roberto Dorner (Republicanos), do promotor Nilton Padovan e, também, das secretárias de Saúde, Daniela Galhardo, de Governo, Faira Strapazzon, e do subsecretário de Saúde, Sadi de Oliveira. 

O prefeito Roberto Dorner destacou que a cobrança de um local especializado para atendimentos de crianças e jovens é antiga e, agora, está conseguindo retirar do papel. “A Prefeitura realmente devia esse serviço à população e, hoje, estamos aqui entregando parte desse serviço. A gente sabe que não vai estar completo ainda, mas, é o primeiro passo e estou feliz porque, algumas coisas que prometemos lá atrás, já estamos concluindo”, destacou o chefe do Executivo municipal. Dorner reforçou, ainda, que segue trabalhando em melhorar os serviços de saúde. “A sociedade de Sinop pode sempre esperar cada vez mais de nós”, disse. 

A secretária de Saúde, Daniela Galhardo, explica que o ambulatório atenderá todos os tipos de transtornos de saúde mental das crianças e dos jovens. “[Serão atendidos] todos os tipos de transtornos, inclusive álcool e drogas”, pontuou a secretária. O ambulatório é composto por três salas para acolhimento e atendimento dos pacientes e tem em seu quadro enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais, psicopedagogo e neuropediatra. O funcionamento será das 6h às 18h, sem intervalos, por meio de agendamento. 

“Como ainda não temos uma fila de espera significativa, estamos fazendo uma busca ativa [...]. O trabalho de ambulatório é com horário marcado, porém, a gente até pede para que as pessoas que estão aguardando algum tipo de atendimento nesse sentido, venha até a unidade, que nossos servidores estarão acolhendo e agendando o atendimento”, enfatizou a secretária. 

A abertura do ambulatório destinado à saúde mental de crianças e jovens atende um pedido da Promotoria de Sinop. “O ambulatório está muito bem montado, logicamente como foi dito, esse é o primeiro passo, conforme nós combinamos no nosso termo de ajustamento de conduta”, destacou o promotor Nilton Padovan ao lembrar que, desde 2009, faz a cobrança de um local apropriado para o tratamento da saúde mental das crianças e dos jovens em Sinop.


O Termo de Ajuste e Conduta (TAC), assinado em outubro de 2021, prevê a criação do Centro de Atenção Psicossocial Infantojuvenil, conhecido como CAPSi, que já está em fase de planejamento. “Não se cria um CAPSi da noite para o dia. Existe recursos, estrutura, e por aí a fora. Bom, até a criação do CAPSi, foi combinado a criação deste ambulatório. Ou seja, este ambulatório vai existir até a criação do CAPSi que vai se dar, no máximo, até o final deste ano. Porém, esse ambulatório já é um passo enorme a mais do que tínhamos antes”, pontuou Padovan.

O ambulatório atende anexo ao CEM, localizado na avenida das Embaúbas esquina com avenida das Itaúbas, setor comercial.