Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa noite, Quarta Feira 17 de Julho de 2024

Menu

Informe epidemiológico

Número de mortes por dengue em MT dobram em um mês; veja cidades afetadas

O número de casos confirmados de dengue no estado também dobrou, passando para 12,9 mil em um mês

Saúde | 08 de Abril de 2024 as 07h 00min
Fonte: Redação G1-MT

Foto: CDC

Mato Grosso já registra 10 mortes causadas pela dengue em 2024, segundo último informe epidemiológico divulgado na sexta-feira (4) pela Secretaria de Estado de Saúde (SES). O número de casos dobrou em relação aos dados divulgados no início de março, em que o estado registrou cinco óbitos.

Segundo os dados, o número de casos confirmados de dengue em Mato Grosso também dobrou, passando de 6,8 mil para 12,9 mil em um mês. Mato Grosso está fora da lista dos estados que receberão doses da vacina contra a dengue.

Segundo o Ministério da Saúde, não há doses o suficiente para todos os estados, por isso, foram definidos critérios de priorização para a escolha dos municípios.

O município de Tangará da Serra, a 242 km de Cuiabá, é a cidade com maior número de óbitos registrados (3).

 

Confira as cidades de Mato Grosso mais afetadas pela doença:

  • Alto Garças - 1 morte

  • Campo Verde - 2 mortes

  • Confresa - 1 morte

  • Cuiabá - 2 mortes

  • Primavera do Leste - 1 morte

  • Tangará da Serra - 3 mortes

 

Zika e Chikungunya

O número de casos confirmados de Zika em Mato Grosso também aumentaram. Em relação a Zika, o estado registrava 48 casos no início de março, agora o número subiu para 79 casos confirmados.

Já os casos confirmados de Chikungunya dobraram e no início de Abril, o estado registra 4.108 casos, enquanto o número de casos no início de março era de 2.094. O município de Tangará da Serra, é a cidade com maior número de casos confirmados (4).

 

Cenário nacional

O Brasil passou de mil óbitos por dengue em 2024. Segundo dados do Painel de Arboviroses do Ministério da Saúde atualizados nesta quarta-feira (03), o país registrou 1.020 mortes nas primeiras treze semanas deste ano.

Este é o terceiro maior número desde o início da série histórica, em 2000. O recorde de óbitos ocorreu em 2023, com 1.094. Já o segundo ano com maior número foi 2022 com 1.053.