Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Segunda Feira 26 de Fevereiro de 2024

Menu

Repasse cortado

Ministério da Saúde cancela repasse para Residência Médica em Sinop

Incentivo financeiro para 10 médicos residentes foi cancelado por falta de atualização nos dados

Saúde | 06 de Novembro de 2023 as 17h 13min
Fonte: Jamerson Miléski

Foto: Assecom

Sinop está na lista dos 72 municípios que tiveram o incentivo financeiro do programa de residência multiprofissional cancelado pelo Ministério da Saúde. A decisão está na portaria 1.731, publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (6).

A medida retira o repasse financeiro de 191 residentes em medicina e de 180 profissionais de outras áreas da saúde. O valor destinado pelos programas de residência uniprofissional ou multiprofissional na Atenção Primária varia de R$ 1,7 mil a R$ 2,3 mil por profissional, de acordo com as características do município onde a residência é feita.

Para o município de Sinop, 10 vagas de médicos foram canceladas dos programas. A razão, explica o Ministério, foi o não cumprimento das normas. Para receber essa “bolsa” do governo federal, as equipes de saúde da família precisam estar informatizadas, cadastradas no sistema nacional, e enviar adequadamente para o Ministério da Saúde os dados do sistema de prontuário eletrônico dessas unidades. Os municípios que tiveram suas bolsas canceladas não cumpriram com estes termos.

Sinop trabalha com 12 vagas de médicos residências na sua rede de Atenção Básica de Saúde. O município oferece uma bolsa no valor de R$ 9 mil, oriunda de recursos próprios, que é complementada com o valor repassado pelo Ministério da Saúde, fazendo com que um médico iniciante perfaça uma renda mensal de R$ 11 mil. Sem o complemento, agora cancelado, haverá redução no ganho.

Os médicos residentes atuam nas unidades de saúde instaladas nos bairros do município, popularmente chamados de “postinho”.