Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa noite, Terça Feira 17 de Maio de 2022

Menu

Saúde

Hospital Regional de Sinop encerra atividades na ala Covid 19 e presta homenagens

Sem Covid | 27 de Abril de 2022 as 19h 04min
Fonte: Julio Tabile - Comunicação CDL

Foto: Assessoria CDL Sinop

Um evento cheio de emoção e alegria marcou o encerramento dos atendimentos da ala exclusiva da Covid-19 no Hospital Regional Paulo Abreu em Sinop. O ato foi realizado na manhã desta quarta-feira (27) e homenageou todos os profissionais que estiveram à frente do combate ao coronavírus, além de parceiros.

Participaram o diretor da Unidade Hospitalar, Jean Alencar, o presidente do Consórcio de saúde Vale do Teles Pires, Rodrigo Frantz, prefeito de Santa Carmem, o ex-secretário de Saúde do Estado, Gilberto Figueiredo, além de convidados.

O diretor da CDL, Fernando Raiter, esteve representando a entidade.

“A CDL teve um papel importante dentro deste período em que enfrentamos a pandemia. Além de lutar para que o comércio fiasse aberto, evitando a falência de muitas empresas e garantindo o emprego de centenas de famílias, também fosso solidários com ações junto ao Hospital, doando a cortina do abraço e sempre que possível, trabalhando nos bastidores para mais UTIs”, lembrou Raiter.

No auge da pandemia do coronavírus, o Hospital Regional chegou a manter 29 leitos de UTI e 32 leitos de enfermaria. Conforme os Boletins Epidemiológicos da Covid-19, a unidade já não registra internações pela doença desde o dia 13 de abril. A decisão foi tomada junto secretaria estadual de Saúde, e o atendimento de casos esporádicos continua sendo realizado normalmente.

"A união de todos os prefeitos, para levantar recursos e fazer uma força tarefa para comprar equipamentos foi fundamental, para e fazer com maior agilidade atender os pacientes R$ 660 mil para o HRS. 9 UTIs foram montadas. Depois o governo se organizou e conseguimos dar um entendimento melhor, não esquecendo dos empresários, secretários de saúde e vereadores, que se engajaram neste esforço. Hoje podemos agradecer a todos pelo belo trabalho, pois foi uma grande batalha”, comentou o presidente do Consórcio, Rodrigo Frantz.

Durante a solenidade, houve bênção com religiosos e os funcionários apresentaram um vídeo mostrando a realidade vivida por eles na ala, evidenciando a emoção de centenas de pessoas que conseguiram a cura, saindo da unidade e recebendo os familiares. Infelizmente muitos não tiveram a mesma sorte, e acabaram morrendo.

De acordo com o diretor do Hospital, Jean Alencar, o que fica de positivo foi a humanização.

“Especialistas dizem que as Pandemias acabavam acelerando os processos de gestão e isso acabamos vivenciando aqui. Vivenciamos este momento com a unidade que acabou virando referência no estado no combate a Covid. E nos tornou pessoas mais humanas, mais felizes. Foi um aprendizado.”, finalizou.