Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa tarde, Domingo 14 de Julho de 2024

Menu

Casos prováveis

Casos de dengue nas Américas este ano superam recorde de 2023, diz OMS

Até abril, continente registrava mais de 7,6 milhões de casos

Saúde | 31 de Maio de 2024 as 08h 02min
Fonte: CNN Brasil

Foto: Joao Paulo Burini/GettyImages

Os casos de dengue tiveram forte alta nas Américas este ano, informou a Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta quinta-feira (30), o que indica que a doença viral transmitida por mosquitos continua sendo uma ameaça de alto risco à saúde pública.

A agência da ONU disse que o número de casos nas Américas ultrapassou 7 milhões até o final de abril, já superando os 4,6 milhões em 2023.

Em comparação, mais de 7,6 milhões de casos de dengue e cerca de 3.000 mortes foram registrados globalmente durante o mesmo período.

O Paraguai, a Argentina e o Brasil foram os países mais afetados pela dengue entre 46 países das Américas do Norte e do Sul. Só por aqui, são aproximadamente 5 milhões de casos prováveis em 2024.

Em março, o chefe da Organização Pan-Americana da Saúde, Jarbas Barbosa da Silva, disse que essa provavelmente será a pior temporada de dengue já registrada.

Mesmo a vacinação generalizada não teria um impacto imediato na interrupção da epidemia em andamento, alertou Barbosa.

Os sintomas da dengue incluem febre, dores de cabeça, vômitos, erupções cutâneas, além de dores musculares e nas articulações. Em alguns casos, pode causar uma febre hemorrágica mais grave, resultando em sangramento que pode levar à morte.

A maioria dos casos de dengue é observada entre fevereiro e maio.