Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Sexta Feira 17 de Setembro de 2021

Rural

Parceria vai agilizar análise do Cadastro Ambiental Rural

Assinatura do Protocolo de Intenções aconteceu na manhã desta sexta-feira (19)

No mapa | 19 de Março de 2021 as 17h 12min
Fonte: Lorena Bruschi - Sema-MT

Foto: Assessoria SEMA-MT

Com o objetivo de melhorar o Cadastro Ambiental Rural de Mato Grosso, a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), a Casa Civil e o Instituto Ação Verde (IAV) assinaram um Protocolo de Intenções na manhã desta sexta-feira (19).

Após a parceria, Mato Grosso contará com a Base Cartográfica da Hidrografia, a ser disponibilizada pelo IAV, como referência para impulsionar a análise do Cadastro Ambiental Rural (CAR) e o Programa de Regularização Ambiental (PRA). O Protocolo de intenções tem vigência de um ano a partir da assinatura.

"Estamos consolidando essa parceria que certamente trará muitos benefícios para Mato Grosso, para o meio ambiente, e para o setor produtivo, graças a todas as entidades que se dispuseram a fazer investimento nas melhorias da parte tecnológica da Sema", avalia o secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho. . 

O uso de uma Base Cartográfica de Hidrografia unificada aumenta a capacidade operacional da Sema-MT, conta o secretário Executivo da Sema-MT, Alex Marega. "Este protocolo é mais uma de tantas parcerias que temos com o setor produtivo, e que vai não só promover a conservação do meio ambiente, mas condições para que o setor possa produzir e também preservar".

O presidente do Instituto Ação Verde (IAV), Adilson Valera Ruiz, ressalta a importância da parceria. "Quero parabenizar o governo por esta atitude proativa de somar, é sempre um aprendizado e uma doação. Estamos muito felizes em participar deste projeto do CAR que poderá resultar em um fluxo maior de análises, e aprovações de cadastros", afirma.

 

Protocolo de intenções

A base disponibilizada é a geográfica municipal feita pela Fundação Brasileira para o Desenvolvimento Sustentável (FBDS), que foi criada com a finalidade de gerar ferramentas para o trabalho de validação do CAR pelos Estados, e pelo Serviço Florestal Brasileiro (SFB).

Para Mato Grosso, foram feitas 88 bases geográficas contemplando: Rios de margem simples; Rios de margem dupla; Nascentes; Massa de água; Área de preservação permanente de hidrografia; Área de preservação permanente degradada de hidrografia; Formação florestal; Formação não florestal; Silvicultura; Área antropizada; Área Edificada.

 

Cadastro Ambiental Rural

O Estado já possui em sua base cadastral cerca de 66% das áreas rurais passíveis de inscrição no CAR, totalizando cerca de 103 mil cadastros. O Sistema Mato-Grossense de Cadastro Ambiental (Simcar) é um sistema de cadastro ambiental rural que foi implantado pela Sema-MT em substituição ao Sistema Nacional de Cadastro Ambiental Rural (Sicar).

O sistema foi instituído pela Lei Complementar nº 592, de 26 de maio de 2017, e é considerado uma ferramenta primordial para mapear as propriedades do Estado, assegurando uma visão assertiva dos ativos e passivos ambientais do Estado.

Mato Grosso é o primeiro Estado brasileiro a efetivamente lançar o sistema com a possibilidade de adesão ao Programa de Regularização Ambiental (PRA), atendendo os preceitos do novo Código Florestal que visam a conservação e a regularização ambiental.

Estiveram presentes na assinatura, de forma remota, o diretor executivo do Centro das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Madeira do Estado de Mato Grosso (Cipem), Valdinei Bento dos Santos; o diretor executivo da Associação dos Produtores de Soja e Milho (Aprosoja), Welligton Andrade, o representante da Federação das Indústrias no Estado de Mato Grosso (Fiemt), Alvaro Leite, o presidente da Associação Matogrossense dos Produtores de Algodão (AMPA), Paulo Sérgio Aguiar; o gerente do Instituto Mato-grossense da Carne (IMAC), Henrique Prado, e o secretário Adjunto de Administração Sistêmica da Sema-MT, Valdinei Valério da Silva.