Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa noite, Sábado 18 de Maio de 2024

Menu

Agroindústria Pesca e aquicultura

Livro reúne informações sobre processamento de peixes

Especialistas de diversas instituições, tanto da iniciativa pública como da privada, relatam estudos de caso em processamento industrial sustentável de peixes

Rural | 16 de Fevereiro de 2024 as 09h 31min
Fonte: Clenio Araujo - Embrapa

Foto: Clenio Araujo

Com o crescimento da cadeia produtiva de peixes no Brasil, são necessárias ações efetivas que tornem a atividade cada vez mais sustentável sob os três tradicionais aspectos: ambiental; econômico; e social. No caso do processamento industrial, cuidados precisam ser tomados sobretudo com relação às gestões da água utilizada e dos resíduos gerados. Publicação recentemente editada pela Embrapa e disponível gratuitamente no formato digital mostra casos com diferentes espécies.

O livro tem como editoras técnicas Danielle de Bem Luiz e Viviane Rodrigues Verdolin dos Santos, da Embrapa Pesca e Aquicultura (Palmas-TO). Ao todo, são sete capítulos escritos por 27 autores de instituições como universidades e unidades da Embrapa. De acordo com Lícia Lundstedt, chefe-adjunta de Pesquisa e Desenvolvimento da Embrapa Pesca e Aquicultura, a publicação “tem como objetivo principal orientar gestores e trabalhadores da indústria de processamento de peixes na identificação de oportunidades e na aplicação de medidas práticas e estratégicas para o processamento sustentável de peixes”.

Lícia explica que “a obra apresenta estudos de caso de empresas que adotaram parâmetros e práticas de responsabilidade socioambiental, servindo como incentivo a outras na busca por melhoria da eficiência no uso da água e da qualidade dos corpos hídricos, contribuindo para o aumento da eficiência socioambiental e econômica do setor”. Lembrando que sustentabilidade é um conceito amplo, ela defende que, nas indústrias, “a aplicação de estratégias sustentáveis deve considerar o conceito de ‘produção mais limpa’ (P+L), ou seja, priorizar ações preventivas para evitar a geração de danos ambientais, em detrimento de ações mitigadoras somente ao final do processo, quando os danos já foram gerados”.

O livro, cujos acesso e download são gratuitos, pode ser acessado neste link. Dois Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Organização das Nações Unidas (ONU), são trabalhados na publicação: o ODS 6, que trata de água potável e saneamento; e o ODS 12, que aborda consumo e produção responsáveis.

 

Serviço

Livro “Processamento sustentável de peixe: relatos de casos em indústrias”

Onde encontrar: https://www.embrapa.br/busca-de-publicacoes/-/publicacao/1161454/processamento-sustentavel-de-peixe-relatos-de-casos-em-industrias

Autores: Alcilene Rodrigues Monteiro Fritz, Luiz Gustavo Gonçalves Rodrigues e Regina de Fátima Peralta Muniz Moreira (Universidade Federal de Santa Catarina); Ana Beatriz Monteiro Fonseca, Eliana de Fátima Marques de Mesquita, Jonas de Toledo Guimarães e Robson Maia Franco (Universidade Federal Fluminense); Ana Iraidy Santa Brigida (Embrapa Agroindústria Tropical); André Luiz Medeiros de Souza e Flávia Aline Andrade Calixto (Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro); Andrea Elena Pizarro Muñoz, Danielle de Bem Luiz, Leandro Kanamaru Franco de Lima, Patrícia Costa Mochiaro Soares Chicrala, Rosiana Rodrigues Alves e Viviane Rodrigues Verdolin dos Santos (Embrapa Pesca e Aquicultura); Ângela Aparecida Lemos Furtado (Embrapa Agroindústria de Alimentos); Elisa Helena Giglio Ponsano e Karline Tikae Tani Murakami (Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”); José Heluandir Fonseca Ambrósio, Liliana Pena Naval e Luana Morena Rodrigues Vitor Dias Ferraciolli (Universidade Federal do Tocantins); Maria Olivia dos Santos Oliveira (Universidade Federal de Goiás); Mirian Graciela Dalla Porta (Opersan Resíduos Industriais); Ricardo Borghesi (Secretaria de Inovação e Negócios da Embrapa); Simone Rodrigues Campelo (analista da Embrapa Amazônia Oriental); e Vanilcia Clementino de Oliveira Marto (Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano, Porto Nacional-TO)