Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa tarde, Domingo 14 de Julho de 2024

Menu

Novo modelo

Feita 100% no Brasil, colheitadeira com inteligência artificial custa até R$ 2,8 milhões

Por meio de recursos de machine learning e inteligência artificial, toda a operação foi reduzida a quatro modos de colheita que aumentam a produtividade na operação

Rural | 19 de Abril de 2024 as 07h 00min
Fonte: Dinheiro rural

Foto: Divulgação

A Case IH anunciou o lançamento de uma nova linha de colheitadeiras com recursos de inteligência artificial. A Axial-Flow Serie 160 Automation será produzida na fábrica da companhia em Sorocaba (SP) e custará a partir de R$ 1,7 milhão. 

A companhia anunciou que a Série 160 tem renovação de 60% do seu maquinário, com destaque para o Sistema Automation e a conectividade de fábrica. Por meio de recursos de machine learning e inteligência artificial, toda a operação foi reduzida a quatro modos de colheita que aumentam a produtividade na operação. Isso é possível por meio de 12 sensores que coletam dados do sistema industrial para então se autorregular, encontrando o ponto exato de trabalho para cada situação e controlando automaticamente 90% das operações. Isso representa até 1.800 intervenções diárias na máquina, durante a operação de colheita, número que o operador não seria capaz de realizar sozinho.

O sistema Automation já estava presente na maior linha de colheitadeiras da Case IH, a Série 250. “Trazer o Automation para a Série 160 é essencial para o nosso propósito de fornecer tecnologia de ponta e, consequentemente, alta produtividade, para todo o produtor que deseja se profissionalizar cada dia mais. Ela é a única da categoria com automação real”, enfatiza Christian Gonzalez, vice-presidente da Case IH para a América Latina.

Em comparação com a série anterior, o novo modelo pode alcançar um aumento de 10% no rendimento operacional, além de economizar até 11% de combustível. A nova série 160 também conta com cabine que oferece ar-condicionado e sistema de som para o operador.

A nova linha de colheitadeiras será lançada com três modelos diferentes e a opção de tração 4×2 ou 4×4. Há também a opção com piloto automático. Os preços variam entre R$ 1,7 milhão e R$ 2,8 milhões já com a plataforma de corte.

 

Modelo feito no Brasil será exportado para diversos países

Com investimento de R$ 100 milhões, a fábrica de Sorocaba recebeu melhorias para se tornar o Polo Mundial de Produção da linha de menor porte de colheitadeiras da companhia, que compõem as classes de 5 a 7.

“O investimento realizado foi tanto de infraestrutura, com um grande número de aplicações tecnológicas usando recursos de inteligência artificial e IoT na linha, como também para capacitação de mão-de-obra. São mais de 1.300 pessoas envolvidas no projeto apenas na manufatura e todos passaram por treinamentos”, comenta Eduardo Domingues, vice-presidente da Manufatura da CNH para a América Latina.

Com o lançamento da nova linha, a expectativa da Case IH é de aumentar o volume de produção atual da fábrica de Sorocaba. “Nossa expectativa é que 50% será destinado para os Estados Unidos, além de países da Europa, Ásia e Pacífico. Mais do que exportar commodities, o Brasil estará exportando tecnologia desenvolvida aqui para todo o mundo”, finaliza o Gonzalez