Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Sexta Feira 17 de Setembro de 2021

Política

PSDB trabalha com Lafin ou Leitão para o Governo em 2022

Carlos Avalone declarou que o partido tem trabalhado muito no interior do estado para a candidatura própria

Eleições 2022 | 19 de Agosto de 2021 as 08h 59min
Fonte: Amanda Simeone

Foto: Jupirany Devillart-ALMT

O deputado estadual, Carlos Avalone (PSDB), afirmou em entrevista à Rádio Capital FM nesta quarta-feira (11.08) que o PSDB tem trabalhado fortemente para a candidatura própria ao Governo no próximo ano. Avalone recordou que por mais que o partido faça parte da base do governador, Mauro Mendes (DEM), não há compromisso para apoio em 2022.

“Nós estamos trabalhando para ter candidatura própria. E estamos trabalhando mesmo. Estou viajando muito. Apesar da pandemia que eu tive que segurar muito. Acabei de chegar do Araguaia, montamos dois diretórios na região. Nós estamos trabalhando nesse sentido. Temos a pré-candidatura do Ari Lafin que está fazendo uma grande administração em Sorriso. E temos do ex-deputado federal Nilson Leitão que foi convidado pelo Agro para ser candidato”, destaca o deputado.

Avalone ainda reforçou que o PSDB tem capilaridade suficiente para viabilizar uma candidatura própria e que não precisa aguardar a decisão de Mauro ou de Emanuel para saber qual deles devem apoiar no cenário em 2022. O deputado relembrou que o apoio ao governador é no exercício do mandato, não para eleição.

“Tá bem claro, existe um apoio ao Mauro Mendes para o exercício do Governo e não para candidatura ao Governo. Até porque, vamos lembrar, o prefeito Mauro Mendes estava pronto para ser candidato a reeleição e desistiu no último dia. Esse perfil do Mauro de tomar decisões em cima da hora, não dá decisões a ninguém de que ele vai ser candidato a reeleição. Ele estava com eleição ganha e desistiu. O Emanuel está prefeito de Cuiabá, quem sabe se ele será candidato? Nós vamos ficar esperando eles se decidirem? Não”, disse.

“Nós vamos lançar candidatura própria para ser uma alternativa. Tem segundo turno. Se o nosso candidato for para o segundo turno vamos pedir o apoio deles. Se ele não for para o segundo turno, a base do PSDB, vai decidir para onde nós iremos”, finaliza.