Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa noite, Terça Feira 17 de Maio de 2022

Menu

Política

Pesquisa BTG Pactual: Bolsonaro perde em todos os cenários

Levantamento mostra polarização da eleição entre Lula e Bolsonaro, sem força para uma 3ª via

Eleições 2022 | 24 de Março de 2022 as 17h 03min
Fonte: Jamerson Miléski

Foto: Ricardo Moraes

A pesquisa contratada pelo maior banco de investimentos da América Latina – o BTG Pactual – mostra um cenário polarizado entre Lula e Bolsonaro para as eleições de 2022, com poucas chances de reeleição do atual presidente. O levantamento realizado pelo Instituto FSB, no dia 20 de março, coletou a opinião de 2 mil pessoas nas cinco regiões brasileiras. A pesquisa foi registrada no TSE sob o número BR-09630/2022.

Na leitura da FSB, o cenário atual não demonstra a tendência de uma 3ª via para a eleição presidencial. Apenas 11% dos entrevistados afirmaram não votar nem no presidente Jair Bolsonaro, nem no petista Luiz Inácio Lula da Silva. No momento, é evidente a polarização do pleito entre esses dois candidatos.

Na pesquisa estimulada, com o nome dos principais pré-candidatos já postos no cenário, Lula lidera com 43% dos votos. Jair Bolsonaro é o segundo, com 29% das intenções de voto. Ciro Gomes, com 9% e o ex-juiz Sérgio Moro, com 8%, vem na sequência. A lista de candidatos da estimulada ainda conta com João Doria, Andre Janones, Eduardo Leite, Simone Tebet e Felipe D’Ávila. Fora da polarização Lula/Bolsonaro, os outros 7 candidatos somam apenas 24% dos votos. Brancos são 4% e não responderam 1%.

A pesquisa estimulada aponta para uma decisão em segundo turno entre Lula e Bolsonaro. Nessa simulação do BTG Pactual, o petista seria eleito com 54% dos votos, contra 35% de Bolsonaro. Eleitores que declararam votar em nenhum dos dois, em branco ou que não souberam, somam 11%.

Para a eleição em segundo turno, o instituto simulou outros 8 cenários: 4 com Lula sendo candidato e 4 com Bolsonaro. Lula vence todos os embates e Bolsonaro perde em todos. Veja abaixo as simulações.

 

Rejeição e desidratação

A pesquisa questionou o voto dos entrevistados na eleição de 2018 e cruzou com a resposta da intenção de voto para 2022. Das pessoas que votaram em Bolsonaro em 2018, 62% declarou que votará novamente em 2022. O atual presidente ganhou 11% dos votos de eleitores que votaram em branco em 2018 e 1% dos que votaram em Fernando Haddad, do PT.

O levantamento mostra que Bolsonaro perdeu 12% dos seus eleitores para Lula. 22% dos entrevistados que votaram no presidente na última eleição agora escolhem outros candidatos.

A migração pode ser explicada pela pesquisa de avaliação do governo. O instituto questionou se os eleitores aprovam ou desaprovam a forma como Bolsonaro governa o país. 61% disseram que desaprovam, enquanto 34% disseram que aprovam. 3% não aprova, nem desaprova e 1% não respondeu.

A pesquisa foi realizada por telefone (via CATI), entre as 17h do dia 18 e às 15h do dia 20 de março de 2022. Foram entrevistados 2.000 eleitores. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, com intervalo de confiança de 95%.