Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa noite, Sexta Feira 19 de Agosto de 2022

Menu

Política

MDB vai apoiar reeleição de Mauro. Senado está em aberto

Convenção do partido foi marcada por grande presença do público e um local incapaz de acomodar a todos

Eleições 2022 | 04 de Agosto de 2022 as 18h 36min
Fonte: Jamerson Miléski

Foto: Assessoria

Acotovelando-se, os convencionados do MDB de Mato Grosso aprovaram na tarde desta quinta-feira (4), os rumos do partido para as eleições de 2022. A convenção foi realizada no Hotel Delmond, em Cuiabá, em um espaço locado cuja capacidade era para 150 pessoas. A imprensa, alguns membros votantes do MDB e até candidatos ficaram de fora do evento. Quem tinha obrigação de votar, teve que esperar pessoas saírem da convenção para então entrar no local.

O problema de espaço foi o único imprevisto na convenção. Segundo o deputado estadual e candidato a reeleição, Silvano Amaral, apesar do tumulto na hora da votação, todas as deliberações transcorreram com normalidade. “Como já vinha sendo desenhado, o partido vai apoiar o governador Mauro Mendes à reeleição”, contou Silvano ao GC Notícias.

Silvano esteve presente dentro do governo de Mauro Mendes desde o primeiro dia, como secretário de agricultura familiar. Muitos quadros do MDB também ajudaram a compor o atual governo.

Quanto ao Senado, a convenção deu autoridade para que a Executiva do MDB delibere sobre as coligações para o Senado. A posição é um pouco diferente do que havia declarado o presidente da sigla, Carlos Bezerra, instantes antes do início da convenção. Bezerra afirmou que o MDB iria “liberar a questão do Senado” – fazendo uma referência de que os candidatos do partido estariam livres para apoiar qualquer um dos candidatos ao Senado. “Liberdade para que cada um faça o que bem entender, até porque o partido não tem candidato ao Senado. Se o partido tivesse candidato sim, mas como não tem cada um fica à vontade para apoiar quem quiser”, disse Bezerra.

O MDB também definiu apoio à candidatura de Simone Tebet à Presidência da República. No entanto, alguns ainda terão liberdade para escolher outros nomes.