Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa tarde, Quarta Feira 18 de Maio de 2022

Menu

Política

Dilmar quer apoiar candidatura de Bolsonaro

Deputado pediu permissão do partido, que nacionalmente defende a candidatura de Luciano Bivar

Eleições 2022 | 13 de Maio de 2022 as 16h 26min
Fonte: Redação

Foto: Mayke Toscano

Liberdade para apoiar o candidato a presidente que acredita ser o melhor para o país. Esse foi o pedido do deputado estadual Dilmar Dal’Bosco à sua sigla, o União Brasil. Líder do Governo na Assembleia Legislativa, Dilmar buscará em 2022 sua segunda reeleição e quando colocar a máquina de campanha na rua, pretende levar consigo o nome de Jair Bolsonaro (PL), para presidente da República.

A simpatia política de Dilmar destoa do projeto do seu partido. O União Brasil lançou a pré-candidatura do deputado federal Luciano Bivar, dirigente da legenda, para a presidência da República.

Para Dilmar, segue o eco de boa parte dos mato-grossenses, que estão alinhados com as propostas de Bolsonaro. “Eu já estou definido. Se o partido lançar a candidatura, eu vou pedir liberação e vou apoiar o presidente Jair Bolsonaro. Ele defende um dos maiores princípios que eu defendo, que é a família”, afirmou.

Mesmo que a pré-candidatura de Bivar não se concretize, o União Brasil tem sinalizado uma aliança com os demais partidos que defendem uma terceira via.

Dilmar disse compreender a estratégia do União Brasil de marcar posição, mas vê conflito de ideologias quando o assunto são as lideranças da sigla em Mato Grosso. “Eu vejo posicionamento de alguns colegas, como o próprio senador Jayme Campos e o Mauro [Mendes], que também pretendem apoiar a candidatura de Bolsonaro”, citou.

No caso do governador, a proximidade com o atual presidente já veio à tona nas últimas semanas, principalmente após a declaração de Bolsonaro de que apoia o nome de Mendes à reeleição no Estado.