Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa tarde, Terça Feira 28 de Setembro de 2021

Polícia

Sema apreende 141,5 kg de pescados e aplica multa de r$ 22,8 mil em pescador.

A cada dez pescadores, quatro estão irregulares.

Pesca predatória | 12 de Junho de 2021 as 18h 01min
Fonte: Anderson de Oliveira

Anderson de Oliveira

A Polícia Militar juntamente com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente realizou na última sexta-feira, (11), uma forte fiscalização no Rio Teles Pires, nas proximidades da UHE (Usina Hidrelétrica) de Cláudia, acerca de 70 km de Sinop. A ação visou coibir a pesca predatória e outros crimes ambientais. 
Após investigação, a SEMA descobriu que existia uma rampa clandestina, usada para descer as embarcações, além disso, o espaço era usado como área de camping e pesca predatória.

De posse dessas informações, os agentes da Sema, com apoio do 24º BPM de Cuiabá montaram uma barreira (Foto) perto do local indicado. Neste ponto várias pessoas, veículos e embarcações passaram por revistas e foram liberados.

Em seguida, a equipe se posicionou próximo da “Rampa Clandestina” no Rio Teles Pires e, não demorou muito, chegaram duas embarcações. Os ocupantes apresentaram a documentação e foram liberados por não haver nada ilícito.

Dois homens, em um barco, ao avistar a fiscalização, tentaram fugir, mas foram detidos logo em seguida. Um deles apresentou um documento de pescador profissional e disse estar há três dias praticando a pesca na região.

No barco haviam duas caixas com 141,5 kg de pescados, (124,8 quilos de matrinxã e 16,75 quilos de pacu prata), quantidade acima da cota permitida para pescador profissional que é de 125KG. 

As guias e notas não estavam preenchidas, e o veículo usado não estava autorizado para transportar os peixes. 
Diante dos fatos, os dois foram encaminhados para Delegacia Judiciaria Civil. A Sema aplicou uma multa de R$ 22,8 Mil Reais e eles poderão responder por crime ambiental. 

Na última semana, segundo o comandante da operação, foram 180 abordagens, 35 veículos fiscalizados e 8 pessoas conduzidas para delegacia. De acordo com o agente, a cada 10 pescadores, 04 estão irregulares.

Na última quarta-feira um homem de 41 anos foi preso e 45 kg de peixes apreendidos. A cota para pescador amador é de 5 kg por pessoa e um exemplar, entretanto seguir as medidas exigidas: piraputanga (30 cm), curimbatá e piavuçu (38 cm), pacu (45 cm), barbado (60 cm), cachara (80 cm), pintado (85 cm) e jaú (95 cm).
Os produtos apreendidos serão destinados para entidades filantrópicas de Sinop.