Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa noite, Terça Feira 17 de Maio de 2022

Menu

Polícia

Polícia conclui inquérito e indicia padre por supostos estupros e importunação sexual

Segundo o documento, os supostos crimes ocorreram em desfavor de três vítimas

Investigação | 04 de Março de 2022 as 07h 57min
Fonte: Redação Portal Sorriso

Foto: TV Sorriso/Record TV/Arquivo

O inquérito policial instaurado na Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Criança e Idoso (DEDMCI) de Sinop foi concluído com o indiciamento do padre Nelson Koch, de 54 anos, suspeito pelos crimes de estupro, estupro de vulnerável e importunação sexual contra três vítimas.

O inquérito foi relatado pelo delegado Pablo Bonifácio Carneiro e encaminhado ao Poder Judiciário e Ministério Público Estadual (MPE) para análise dos fatos apurados e prosseguimento da ação criminal contra o indiciado.

Agora, cabe ao MPE e ao judiciário apreciarem os fatos e, caso julguem necessário, fazer novo pedido de prisão. A Justiça aceitou o habeas corpus da defesa do padre, que estava detido na Penitenciária Osvaldo Florentino Leite Ferreira (Ferrugem). Ele foi solto no dia 21 de fevereiro.

O deferimento da liberdade provisória foi despachado pelo desembargador Marcos Machado. Sobre as novas informações do caso, um dos advogados de defesa do padre, William Puhl, disse, nesta manhã à reportagem, que está “providenciando o acesso aos autos”.

O padre, que já residiu em Sorriso, foi preso no dia 17 de fevereiro, quando a Polícia Civil cumpriu mandado de busca e apreensão domiciliar no endereço do investigado, uma chácara na zona rural de Sinop.