Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa tarde, Domingo 14 de Julho de 2024

Menu

Operação Nárke 2

Polícia Civil incinera duas toneladas de drogas apreendidas pelas forças de segurança neste ano

Drogas incineradas foram previamente periciadas, com laudos definitivos, e tinham autorização para serem destruídas

Polícia | 24 de Junho de 2024 as 11h 34min
Fonte: Assessoria - Polícia Civil-MT

Foto: Assessoria - Polícia Civil-MT

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE) incinerou, na manhã desta segunda-feira (24.06), duas toneladas de entorpecentes que foram apreendidos pelas forças de segurança de Mato Grosso no ano de 2024.

A incineração da grande quantidade de entorpecente ocorreu no âmbito da Operação Nárke 2, coordenada pela Diretoria de Operações Integradas e de Inteligência da Senasp/MJSP, que visa integrar as forças de segurança pública na prevenção e repressão qualificada ao tráfico de drogas em todas as unidades da federação.

Entre os entorpecentes incinerados estavam porções de cloridrato de cocaína, maconha, skunk, drogas sintéticas, pasta base, além de algumas substâncias e petrechos apreendidos. As drogas incineradas foram previamente periciadas, com laudos definitivos, e com autorização dos juízos competentes para serem destruídas.

De acordo com o delegado titular da DRE, Wilson Cibulski Júnior, as duas toneladas de entorpecente foram apreendidas durante o ano, especialmente em operações policiais realizadas pela unidade especializada.

Dentre as operações de destaque, deflagradas pela DRE, estão a Operação Zona Quente, com o combate ao tráfico doméstico, Operação Doce Amargo voltada para repressão ao comércio de drogas sintéticas, e Operação Haze, que teve como alvo um grupo criminoso especializado na venda de drogas na modalidade “delivery”.

“O trabalho de incineração tira de circulação duas toneladas de entorpecentes apreendidos, vinculados a procedimentos e inquéritos policiais só do ano de 2024. Esse processo marca o esforço coletivo de combate ao tráfico e condução de investigações eficazes, finalizado com a destruição da droga”, destacou o delegado.