Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa noite, Sábado 18 de Maio de 2024

Menu

Preso

Polícia captura criminoso que matou menino de 5 anos a tiros

Avó da vítima seria o alvo do suspeito

Polícia | 23 de Fevereiro de 2024 as 08h 38min
Fonte: Repórter MT

Foto: Reprodução

Foi capturado nesta quinta-feira (22) Alaor da Silva, 40 anos, que assassinou o menino Anthonny Gabriel Rodrigues Ferreira, 5 anos com um tiro na cabeça. O crime ocorreu no município de Paranatinga (375 km de Cuiabá), na última quinta (15). O assassino foi encontrado em uma região de mata na cidade de Nova Brasilândia, que fica a 181 quilômetros da cidade onde ele matou a criança.

O delegado Gabriel Conrado informou que ele está sendo conduzido para a delegacia para prestar depoimento e ser autuado.

“Foi preso pela equipe da Polícia Civil de Paranatinga, numa região de matagal no município de Nova Brasilândia. Com o suspeito, foi encontrado a arma de fogo usada no crime”, disse o delegado, que não conseguiu passar mais detalhes por estar empenhado na ocorrência.

Anthonny morreu após ser atingido por um disparo de arma de fogo efetuado por Alaor, que era namorado da avó do menino.

As investigações revelaram que o assassino queria mesmo era matar a avó da criança por causa de uma consulta médica.
Segundo o delegado Gabriel Conrado, tudo teria começado com uma discussão entre Alaor e a avó do menino. Ela tinha uma consulta marcada em um posto de saúde e brigou com o companheiro por temer que ele a fizesse se atrasar.

“A avó da criança ia fazer uma consulta médica no posto de saúde e o suspeito não estava pronto para levar ela até esse posto de saúde. Isso desencadeia uma discussão entre os dois. Ela diz que ia sozinha até o posto de saúde e ele diz que se ela fosse sozinha ele ia matar ela”, contou o delegado.

Nesse momento, o criminoso já estava armado, com uma garrucha calibre 22. Temendo pelo pior, uma tia da criança pediu que o homem deixasse o local.

“Aí ele entra no veículo dele, um corsa de cor vinho, e faz o disparo da arma de fogo na direção da porta da residência, onde a avó da criança estava. Só que o disparto acaba acertando a criança”, disse.