Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Quarta Feira 29 de Junho de 2022

Menu

Polícia

Polícia apreende R$ 28 mil em casa de investigado por roubo de carreta e carga de soja

O crime ocorreu no fim de novembro, quando a vítima passava por Rosário Oeste

Apreensão | 03 de Fevereiro de 2022 as 15h 10min
Fonte: Assessoria

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto/Ilu

Policiais civis cumpriram em Cuiabá um mandado de busca e apreensão domiciliar de um alvo investigado em um inquérito que apura o roubo de um carreta e da carga de 46 toneladas de soja, ocorrido em Rosário Oeste. Na casa, localizada no Jardim Industriário 2, foram apreendidos R$ 28 mil. 

A ação de cumprimento do mandado foi efetuada pela equipe da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) em apoio à Delegacia de Rosário Oeste, que instaurou inquérito parar apurar o crime de roubo majorado pelo concurso de pessoas, restrição à liberdade da vítima e  com uso de arma de fogo, ocorrido no final de novembro do ano passado. 

Roubo 

Após conseguir sair do cativeiro em que foi mantido pelos criminosos, o motorista procurou uma unidade policial. Ele declarou que seguia pela rodovia e próximo ao Distrito de Bauxi, por volta das 18h, fez uma parada em um restaurante e depois seguiu o trajeto. Ao chegar próximo à entrada de uma mineradora, o veículo, modelo Volvo FH500 apresentou problema e ao descer para verificar, uma pessoa lhe abordou com uma arma de fogo e o empurrou para dentro da carreta e o mandou cobrir a cabeça. 

Em seguida, entraram outros suspeitos no veículo e depois o motorista teva as mãos atadas com uma braçadeira. Um dos suspeitos  passou a conversar, usando um rádio transmissor, com outra pessoa que ao saber o modelo do caminhão, disse que este servia. Os criminosos andaram por quase vinte quilômetros, pararam e desceram a vítima do veículo, e o colocaram em um carro,andando com ele por quarenta minutos. 

Em um determinado ponto do matagal, o grupo criminoso, que a todo momento mantinha uma arma apontada para a vítima, mandou que o motorista sentasse, local onde permaneceu até a tarde do dia seguinte. Por volta das 16h do dia 27 de novembro, um dos criminosos falou por rádio com alguém que deu a ordem para libertar o motorista. Após, a vítima foi levada para dentro da mata, teve a cabeça descoberta e um dos assaltantes ordenou que ela andasse e não olhasse para trás. 

A vítima andou até encontrar uma estrada de chão e depois saiu na BR- 364, próximo da zona urbana de Rosário Oeste, e buscou ajuda com a concessionária da rodovia, que o encaminhou à polícia. 

Recuperação dos veículos 
O dolly (reboque da carreta) foi localizado em Várzea Grande e os semirreboques da carreta foram localizados no início de dezembro, no bairro Jardim Industriário, ao lado de um pátio do Detran.

Já os conjuntos de pneus foram apreendidos no interior de uma borracharia nas proximidades e o proprietário do local foi preso em flagrante por receptação. Em interrogatório, o dono da borracharia declarou que no dia 27 de novembro recebeu ligação de um amigo pedindo que fizesse a retirada dos 17 conjuntos de pneus e rodas de uma carreta, que estava estacionada em um terrenos nas proximidades, e depois uma pessoa iria buscá-los. Posteriormente, o dono da carreta recebeu uma ligação informando sobre o veículo e na oficina, ele reconheceu os pneus.

As investigações prosseguem para chegar aos envolvidos no roubo da carreta e da carga de 46 toneladas de soja transportadas. Um dos suspeitos identificados pela Polícia Civil e alvo do mandado de busca tem diversas passagens policiais.