Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Sexta Feira 24 de Setembro de 2021

Polícia

PM flagra desmatamento e extração ilegal de madeira e babaçu em Alto Paraguai

A ocorrência foi encaminhada aos orgãos ambientais competentes.

Desmate | 27 de Maio de 2021 as 15h 39min
Fonte: Assessoria PMMT

Assessoria PMMT

Policiais militares do Batalhão de Proteção Ambiental encaminharam um homem de 34 anos à delegacia, por crimes de desmatamento, extração ilegal de  madeira e de babaçu, na quarta-feira (26.05), na zona rural do munícipio de Alto Paraguai.

Por volta das 17h, os policiais ambientais receberam inúmeras denúncias de desmatamento e extração ilegal de madeira e babaçu, em um assentamento, na zona rural. A Polícia Militar foi verificar a denúncia e constatou diversas irregularidades; o assentamento apontado na denúncia está localizado às margens do Rio Lavrinha.

Na fiscalização, os policiais identificaram o desmatamento na área de reserva legal e na áres de reserva permanente( às margens do Rio Lavrinha). A extração de 50 pés de babaçu. O operador de máquina que não tinha documentação para executar o serviço foi detido em flagrante, ele disse à PM que estava prestando serviço à Prefeitura Municipal de Alto Paraguai. O homem relatou ainda  que a madeira retirada sem autorização dos orgãos ambientais seria para a reforma de algumas pontes na região da cidade. 

O trator da marca New Holland, uma retroescavadeira  seis longarinas, 20 vigas, 70 pranchas e 200 lascas foram apreendidos na ação policial. Um auto de infração foi confeccionado, a multa aplicada foi de R$ 150.000.00 (cento e cinquenta mil reais), por desmatar área de reserva, extrairmadeira sem licença/autorização do órgão competente e R$ 100.000.00 (cem mil reais) por desmatar por desmatar área de preservação permanente APP (margens do rio Lavrinha); totalizando: R$ 250.000.00 (duzentos e cinquenta mil reais).

O operador de máquinas foi conduzido à delegacia e a ocorrência foi encaminhada aos orgãos ambientais competentes.