Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Domingo 14 de Julho de 2024

Menu

Homicídio culposo

Namorado é indiciado por morte de jovem que caiu de jet ski no Lago de Manso

Ele foi indiciado por homicídio culposo e por dirigir embarcação sem possuir habilitação

Polícia | 25 de Junho de 2024 as 09h 51min
Fonte: O documento

Foto: Divulgação

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Chapada dos Guimarães (63 km ao norte de Cuiabá), concluiu, nesta segunda-feira (24), o inquérito policial que apurou a morte por afogamento da jovem, Anna Luísa dos Santos, de 19 anos, ocorrida no mês de março deste ano, no Lago do Manso.

A vítima estava como passageira em um jet ski conduzido pelo namorado, quando caiu nas águas do Manso e se afogou. O investigado, de 19 anos, foi indiciado pelos crimes de homicídio culposo e dirigir embarcação sem possuir habilitação.

As investigações do inquérito policial instaurado na Delegacia de Chapada dos Guimarães iniciaram no dia 18 de março, após a equipe do Corpo de Bombeiros encontrar o corpo da vítima, na Marina do Sol, na região do Lago do Manso.

Segundo apurado pela Polícia Civil, o namorado da vítima teria recém-adquirido uma moto aquática  e estava testando a embarcação no dia dos fatos. Sem ter habilitação e sem usar coletes salva vidas, levou a namorada para passear no Lago do Manso.

Em determinado momento do passeio, a vítima, que não sabia nadar, se desequilibrou e caiu no lago. No dia dos fatos, a Marinha do Brasil também foi acionada ao local e apreendeu o veículo náutico.

De acordo com o delegado responsável pelas investigações, Eugênio Rudy Júnior, apesar de relatos de que o investigado tenha feito uso de bebida alcoólica antes de pilotar o jet ski, tais fatos não foram possíveis de comprovar.

“O investigado resolveu pilotar o veículo, mesmo não tendo habilitação e a vítima foi de passageira, não sabendo nadar. Ambos estavam sem colete. Após a queda, o namorado afirmou que pulou na água na tentativa de ajudar a vítima, porém não conseguiu em razão da força da água”, disse o delegado.