Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Sábado 24 de Fevereiro de 2024

Menu

Aguardando laudo

Menina de 2 anos dá entrada no hospital por suspeita de ter sido estuprada pelo próprio pai em MT

A Polícia Militar foi acionada pelos enfermeiros do hospital. A mãe da menina relatou à polícia que essa não é a primeira vez que percebeu um comportamento estranho do pai com a filha

Polícia | 08 de Setembro de 2023 as 11h 28min
Fonte: Redação G1-MT

Foto: Divulgação

Uma menina de 2 anos deu entrada no hospital municipal de Alto Boa Vista, a 1.064 km de Cuiabá, por suspeita de ter sido estuprada pelo próprio pai, na noite dessa quinta-feira (7). O suspeito, de 49 anos, foi encaminhado à delegacia para prestar esclarecimentos. A Polícia Militar foi acionada pelos enfermeiros da unidade.

Segundo a PM, a mãe da menina relatou que deixou ela com o pai e que foram casados por 3 anos. A mulher disse que ao busca-lá, notou que a região da genitália da criança estava avermelhada e a levou ao hospital.

A mãe disse para a polícia que não é a primeira vez que que percebeu um comportamento estranho do pai com a filha e, que em outra ocasião, notou a genitália da menina machucada.

A polícia conversou com a médica plantonista, que informou que a região está avermelhada, porém, que não houve penetração e não pode afirmar o motivo da vermilhadão, mas que aquilo não é normal.

Depois, a PM foi até a casa do suspeito que relatou estar casado há cerca de 3 anos com a mulher e que moram em uma fazenda. Segundo o homem, já algum tempo ele está tentando se separar dela e que a mulher nunca aceitou o término do relacionamento.

Segundo o homem, ela inventou a história para tentar prejudica-lo e impedir o término do relacionamento.

O suspeito foi encaminhado para a delegacia para que sejam tomadas as medidas que o caso requer. O Conselho Tutelar também esteve no local.

Segundo a Polícia Civil, os investigadores aguardam o resultado de um laudo pericial e o caso é investigado.