Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Sexta Feira 01 de Julho de 2022

Menu

Polícia

Membro de facção ameaça homem e é decapitado em Mutum

Ele foi decapitado e o corpo escondido em um matagal aos fundos de uma fazenda

Homicídio | 08 de Fevereiro de 2022 as 16h 09min
Fonte: Mídia News

Foto: Mídia News

Um suposto membro de facção, identificado como Alex Otavio Sena de Oliveira, de 23 anos, foi decapitado durante um desentendimento com um amigo em Nova Mutum.

De acordo com o boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi acionada para atender um caso de homicídio no distrito Pontal do Marapé. Quando os militares chegaram à residência indicada não encontraram nada e deram início às buscas.

Várias testemunhas foram ouvidas e um homem suspeito de cometer o crime foi localizado. O homem, de 21 anos, confessou a autoria e deu detalhes do homicídio.

De acordo com a versão, os dois consumiam bebidas alcóolicas juntos quando teria tido início um desentendimento. Alex teria passado a ameaçar o homem, dizendo que “fazia parte de uma facção criminosa e que avisaria os integrantes sobre o desentendimento".

Diante da suposta ameaça, o homem teria ido até uma praça para se distanciar de Alex. Ele, no entanto, o teria seguido e atingido com golpes de faca na cabeça e pescoço.

Os dois teriam iniciado uma briga e durante o embate Alex teria levado a pior. O homem teria tomado a faca da vítima, que tentou fugir para pedir socorro.

O agressor teria perseguido Alex e o alcançado, atingindo-o com vários golpes de faca. Tamanha foi a violência dos golpes que a cabeça teria sido separada do corpo.

O homem teria escondido o corpo de Alex em um matagal aos fundos de uma fazenda.

Conforme a imprensa local, o corpo da vítima foi encontrado na segunda-feira (7). O homem foi conduzido para a delegacia, onde foi ouvido pelo delegado plantonista e autuado em flagrante delito pelos crimes de homicídio e ocultação de cadáver.