Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa tarde, Domingo 03 de Março de 2024

Menu

Operação Recovery

Maior operação da história de Sorriso cumpre 195 mandados contra grupo investigado por 'onda' de homicídios

Mais de 500 policiais civis participam. As investigações apontam o envolvimento do grupo na onda de homicídios qualificados na região

Polícia | 09 de Novembro de 2023 as 14h 32min
Fonte: Redação G1-MT

Foto: PJC

A Polícia Civil cumpre, nesta quinta-feira (9), 195 ordens judiciais de prisão, busca e apreensão e quebra de sigilo bancário na terceira fase da "Operação Recovery", que apura os crimes de associação para tráfico, tráfico de drogas e lavagem de dinheiro contra integrantes de facção criminosa de Sorriso.

Segundo a polícia, essa é a maior operação policial da história do município. Mais de 500 policiais civis participam.

As investigações apontam o envolvimento do grupo na onda de homicídios qualificados na região. Nos primeiros meses de 2023, o número de homicídios no município quadruplicou, segundo os dados da Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp).

Entre os 195 mandados, 123 são de busca e apreensão domiciliar, 56 de prisão preventiva, seis de apreensão de menores e 10 ordens de sequestros de bens contra lideranças e integrantes de uma facção criminosa em Sorriso.

Ainda de acordo com a polícia, as investigações apontaram o envolvimento do grupo na onda de homicídios qualificados na região — Foto: Polícia Civil de MT

Ainda de acordo com a polícia, as investigações apontaram o envolvimento do grupo na onda de homicídios qualificados na região — Foto: Polícia Civil de MT

Os mandados são cumpridos em sete municípios de Mato Grosso, Sorriso, Ipiranga do Norte, Itanhangá, Lucas do Rio Verde, Rondonópolis, Cuiabá, Várzea Grande e nas cidades do Rio de Janeiro e Cabo Frio, no estado do Rio de Janeiro.

 

Onda de crimes

De acordo com a polícia, as investigações apontaram o envolvimento do grupo na onda de homicídios qualificados na região — Foto: Polícia Civil de Mato Grosso

De acordo com a polícia, as investigações apontaram o envolvimento do grupo na onda de homicídios qualificados na região — Foto: Polícia Civil de Mato Grosso

No início de novembro, dois homens identificados como Jean Martins dos Anjos, de 18 anos, e Paulo Eduardo de Oliveira, de 33 anos, morreram após serem baleados em Sorriso.

Segundo a Polícia Civil, dois suspeitos encapuzados invadiram a casa onde as vítimas estavam, enquanto outros dois permaneceram do lado de fora, dentro de um carro, para auxiliar na fuga.

Em setembro, dez mandados de prisão foram cumpridos contra suspeitos de cometer 11 homicídios no município entre julho de 2022 a abril deste ano.

 

Fases da operação

A primeira fase da operação foi deflagrada em março deste ano e teve como alvo integrantes do grupo criminoso formado por traficantes em Sorriso. Foram cumpridos 94 mandados judiciais, apreensão de veículos e bloqueio de até R$ 1 milhão.

O inquérito da primeira fase foi concluído em abril e indiciou 42 criminosos por tráfico de drogas, associação para o tráfico e lavagem de dinheiro.

Em sua segunda fase, a operação cumpriu sete ordens judiciais de prisão e de buscas contra envolvidos em homicídios nas cidades de Ipiranga do Norte (MT), Macaé e Rio de Janeiro (RJ).

Entre os alvos, estava um dos líderes da facção criminosa, que responde a ações penais por crimes como tráfico de drogas, roubos, homicídios, organização criminosa e uso de documento falso, tendo seis condenações apenas na Justiça fluminense por roubo.