Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Segunda Feira 04 de Julho de 2022

Menu

Polícia

Jovem flagra namorada dormindo com outro e o esfaqueia várias vezes

Quando a equipe chegou, encontrou a vítima perdendo bastante sangue

Tentativa de homicídio | 28 de Fevereiro de 2022 as 13h 22min
Fonte: Gazeta Digital

Foto: Gazeta Digital (GD)

Jovem de 20 anos foi esfaqueado enquanto dormia com uma moça, na madrugada desta segunda-feira (28), em Alto Taquari. Ao que tudo indica, a moça tinha um relacionamento com o suspeito, que fugiu logo após o crime. Vítima segue internada em um hospital da cidade.

Segundo as informações da Polícia Militar, ocorrência foi registrada por volta das 3h30, no bairro Parque Taquari. Populares informaram via 190 que um rapaz estava esfaqueado no local pedindo por ajuda.

Quando a equipe chegou, encontrou a vítima perdendo bastante sangue e com marcas de perfurações pelo corpo. Ele estava consciente e relatou que foi surpreendido pelo criminoso.

Segundo o relato, ele estava dormindo com uma jovem quando acordou sendo atacado com golpes de faca. O autor do crime foi identificado como Davi. Ambulância do hospital fez o resgate do rapaz e a Polícia Civil acionada para o caso.

Diligência

Polícia conseguiu a identificação do agressor e foi até a casa dele. Lá, encontraram a mão e o irmão, que afirmaram que o suspeito chegou em companhia da jovem – que estava dormindo com a vítima horas antes.

O irmão confirmou que Davi chegou com a roupa suja de sangue e que a menina vestia uma roupa vermelha, por isso não percebeu sangue. A mãe do agressor começou a fazer várias perguntas sobre o que estava acontecendo, mas eles não respondiam nada.

Lembra que o casal estava bastante nervoso e que discutiam. O suspeito dizia à namorada que ela “iria morrer”. Mãe do Davi chegou a discutir com a menina, dizendo que “sabia que ela não prestava”.

Já a jovem retrucou, afirmando à mãe do agressor que “quem não prestava era o filho dela”. Nesse momento, o rapaz pegou uma mochila com roupas, abraçou a mãe, chorou e fugiu de casa. A moça ficou no local por mais 10 minutos e depois foi embora. Caso segue sob investigação.