Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Segunda Feira 26 de Fevereiro de 2024

Menu

Estupro

Homicida invade casa de idosa e a estupra duas vezes

Suspeito tem várias passagens criminais

Polícia | 31 de Outubro de 2023 as 07h 42min
Fonte: Folha Max

Foto: Reprodução

Um homem identificado como Paulo Santana, de 37 anos, foi preso por invadir a casa de uma idosa de 69 anos por duas vezes e a estuprar, no bairro Ouro Verde, em Várzea Grande. O criminoso possui diversos antecedentes criminais e dois mandados de prisão em aberto, um deles pelo crime de homicídio.

A vítima estava sozinha em casa quando foi surpreendida pelo criminoso. Ele arrombou a porta da casa dela e cometeu o estupro. Horas mais tarde, o bandido retornou à residência da idosa, quebrou a janela e cometeu o crime novamente. Além do estupro, ele ainda roubou o celular da mulher.

A Polícia Militar foi acionada pelo filho da idosa, após ela reclamar de dores quando ele retornou do trabalho. Os militares foram até o local onde o criminoso mora e fizeram um cerco na residência para prendê-lo. Ao realizarem a checagem do criminoso, os agentes constataram que ele tem oito passagens criminais por furto e ameaça.

Ainda de acordo com as informações veiculadas, ele estava foragido da Justiça, uma vez que possui dois mandados de prisão em aberto, inclusive por homicídio. Uma das ordens judiciais é uma condenação em definitivo e a outra é uma prisão preventiva. 

Antes da prisão do bandido, o filho da vítima até pensou em "fazer justiça com as próprias mãos", mas foi orientado a não agredir e nem tentar qualquer tipo de agressão contra o estuprador, pois caso contrário, ele é que seria preso. Dessa forma, ele chamou a Polícia Militar e ao conceder entrevista ao Cadeia Neles demonstrou sua indiginação com o fato de um criminoso de alta periculosidade estar em liberdade e atacar sua mãe idosa dentro de casa.

O caso será investigado pela Polícia Civil.