Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa noite, Sexta Feira 01 de Julho de 2022

Menu

Polícia

Homem que estuprou criança e gravou vídeo é preso em Sorriso

Vítima, um menino, de 7 anos, prestará depoimento em sala especial

Estupro de vulnerável | 23 de Fevereiro de 2022 as 14h 47min
Fonte: Portal Sorriso/Arquivo

Foto: Portal Sorriso

Um homem foi preso em flagrante por estupro de vulnerável e armazenamento e produção de conteúdo de pornografia infantil. A detenção foi feita pela Polícia Judiciária Civil (PJC) de Sorriso. A vítima, um menino, de 7 anos, prestará depoimento, no próximo mês, em sala especial, um espaço lúdico e infantilizado, onde a criança não se sente coagida mesmo por estar no Poder Judiciário. 

Na última sexta-feira, segundo o delegado Márcio Portela, a PJC cumpriu os mandados de prisão temporária e de busca e apreensão. O homem foi detido em seu veículo no momento em que buscaria a vítima para levá-la à escola. Na oportunidade, foram apreendidos celulares, CPU, pendrives e DVDs, nos quais continham pornografia infantil. 

Com autorização judicial, o acesso ao celular do acusado foi feito pela polícia que encontrou, em um dos vídeos, imagens dele praticando sexo oral na vítima, além de outras imagens de cunho sexual envolvendo outras crianças. "Não tem como saber se é ele praticando nessas outras crianças ou se são vídeos da internet. Mas todo esse material será encaminhado à perícia para o Ministério Público oferecer ação penal". 

Devido ao armazenamento e produção de conteúdo de pornografia infantil, foi lavrada a prisão em flagrante do acusado. A Polícia Civil representou pelo pedido de prisão preventiva, deferido pela Justiça.  

Conforme o delegado Márcio Portela, nos vídeos há prática de sexo oral em crianças e carícia das partes íntimas. "Neste caso chama atenção que eles não tinham parentesco, mas o suspeito forçou uma relação de intimidade com a família a ponto de se infiltrar na residência para praticar esses atos com a criança".  

O caso passou a ser investigado após uma denúncia anônima feita ao Ministério Público. "Fica o alerta da Polícia Civil para que os pais prestem atenção aos filhos e verifiquem as pessoas que se aproximam, pois podem ser pessoas acima de qualquer suspeita. Não falamos para que desconfiem de todos, mas que fiquem de olhos bem abertos para qualquer comportamento diferente ligar sinal de alerta", frisou Portela. 

A criança será encaminhada para atendimento psicológico e o acusado segue no Centro de Ressocialização de Sorriso (CRS) à disposição da Justiça.