Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa tarde, Sexta Feira 01 de Março de 2024

Menu

Confessou o crime

Homem confessa ter matado mulher com pauladas na cabeça e diz que enterrou corpo

Vítima tinha 46 anos

Polícia | 17 de Janeiro de 2024 as 09h 04min
Fonte: Olhar Direto

Foto: Rogério Florentino

A Polícia Civil prendeu o responsável pela morte de Dinamar Ferreira da Silva, de 46 anos, na tarde de segunda-feira (15), na cidade de Comodoro (644 km de Cuiabá). Ele confessou ter matado a mulher com pauladas e enterrado o corpo. O caso aconteceu no dia 7 de janeiro deste ano. 

O suspeito de 50 anos foi preso após comparecer na delegacia. Ele confessou que durante uma discussão, matou a sua companheira de 46 anos com pauladas na cabeça. Após o crime, o suspeito enterrou o corpo da vítima e fugiu, passando mais de uma semana foragido. 

O crime que vitimou Dinamar Ferreira da Silva ocorreu no dia 7 de janeiro. Antes dos fatos, o suspeito estava em uma confraternização na Gleba Miranda, no sítio em que trabalhava como caseiro, quando começou uma discussão com a sua companheira por telefone. 

O suspeito então foi para residência do casal onde a discussão tomou proporções mais sérias, chegando ao ponto de ele tentar matar a companheira estrangulada. Como não conseguiu, ele pegou um pedaço de madeira e acertou a vítima diversas vezes na cabeça, até que ela não resistisse aos ferimentos. 

Após o crime, o suspeito deixou a mulher morta na residência e voltou para seus afazeres como se nada tivesse acontecido. No final da tarde,  quando todos foram embora, ele enterrou o corpo nos arredores de um galinheiro na propriedade. No dia seguinte, pela manhã, fugiu utilizando a motocicleta Honda Bross de seu patrão.  

As investigações iniciaram logo após o corpo da vítima ser localizado na cova próximo ao galinheiro, sendo imediatamente apontado o marido da vítima como principal suspeito do crime. Com base nas evidências, foi representado pelo mandado de prisão contra o suspeito, que foi deferido pela 1ª Vara Criminal de Comodoro. 

Durante toda a semana, os policiais realizaram diversas diligências em busca do suspeito, chegando a encontrar a motocicleta utilizada na fuga, porém ele não foi localizado. Após mais de uma semana foragido, na manhã de segunda-feira (15) o suspeito procurou pelos seus patrões pedindo ajuda para se entregar. 

Após entrarem em contato com a Polícia Civil, foi combinado o seu comparecimento na delegacia, onde teve o mandado de prisão cumprido. 

Interrogado, o suspeito confessou a autoria do crime, contando com frieza, detalhes de como matou sua companheira. Após todas as providências na delegacia, ele foi encaminhado para exame de corpo de delito e audiência de custódia, sendo posteriormente conduzido para a Cadeia Pública de Comodoro, onde ficará à disposição da justiça.