Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa noite, Quarta Feira 24 de Julho de 2024

Menu

Homicídio

Homem bebe todas e mata colega de trabalho com oito facadas

Diante da situação, ele foi preso e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil para registro de ocorrência e demais providências cabíveis

Polícia | 01 de Julho de 2024 as 15h 28min
Fonte: Power Mix

Foto: Reprodução/Sabrina Ventresqui

Um homem identificado como João Paulo Alves Duarte, de 34 anos, foi esfaqueado até a morte por um colega de trabalho depois de uma discussão, na madrugada de domingo (30), em Pontes e Lacerda (444 km de Cuiabá). O suspeito, de 23 anos, confessou o crime à Polícia Militar e foi preso.

Segundo o boletim de ocorrência, a PM foi acionada via 190 e recebeu uma denúncia sobre um homicídio no bairro São José.

No deslocamento para o endereço, os policiais se depararam com um Fiat Uno em alta velocidade. O motorista recebeu ordem de parada e explicou que estava prestando socorro à vítima. Então, os militares seguiram na frente para abrir caminho e agilizar o trajeto até o hospital.

Em seguida, os militares colheram o depoimento das testemunhas, que informaram o endereço onde o crime havia ocorrido. No imóvel, os policiais se depararam com poças de sangue na calçada e no corredor da residência. No entanto, o suspeito já havia fugido do local.

Os militares, então, isolaram a área para os trabalhos da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e Polícia Civil. Na sequência, os agentes foram até o hospital para averiguar o estado de saúde da vítima e foram informados de que João Paulo havia sido atingido por ao menos oito facadas no tórax e não resistiu aos ferimentos.

Pouco tempo depois, a equipe recebeu uma denúncia anônima de que o suspeito estava escondido na casa da namorada. Os militares foram até o local e encontraram o criminoso escondido embaixo da cama.

Questionado, ele relatou que estava ingerindo bebidas alcoólicas com a namorada quando João Paulo chegou no condomínio onde os dois moravam e eles começaram a discutir. O suspeito alega que a vítima partiu para cima dele e ele desferiu os golpes para se defender. Depois, fugiu do local levando a faca. No entanto, não se recordava do local onde deixou o objeto cortante.

Diante da situação, ele foi preso e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil para registro de ocorrência e demais providências cabíveis.