Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa tarde, Domingo 03 de Março de 2024

Menu

Agressão

Homem agride e esfaqueia casal de idosos em assentamento

Caso ocorreu em Tangará da Serra

Polícia | 22 de Janeiro de 2024 as 07h 35min
Fonte: Folha Max

Foto: Reprodução

Um homem de 36 anos foi preso após esfaquear um idoso de 67 anos e agredir a esposa da vítima com socos, no Assentamento Antônio Conselheiro, em Tangará da Serra (242 km de Cuiabá) neste sábado (20).  

Conforme o boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi acionada para atender a uma ocorrência de violência doméstica. No local, os agentes encotraram a mulher e seus filhos desesperados. 

Ela informou que testemunhou um esfaqueamento em que o acusado desferiu um golpe de faca no peito de seu esposo, que é idoso e possui problemas de saúde. Além disso, narrou que foi agredida com socos no rosto e ameaçada pelo suspeito, resultando em sua fuga com seus filhos menores de idade para pedir ajuda em um sítio vizinho e acionar a polícia.

Ao tomar conhecimento do esfaqueamento, as autoridades deslocaram-se para o local indicado pela mulher, mas não localizaram nem o suspeito nem a vítima. 

Foram realizadas diligências nos sítios vizinhos e o agressor foi encontrado em sua residência. A vítima do esfaqueamento foi localizada à beira da estrada após ter passado mal e desmaiado.

Durante a detenção do suspeito, a esposa da vítma informou à polícia que o acusado possuía uma espingarda de pressão adaptada para calibre 22. O suspeito foi detido e a arma foi apreendida. O acusado apresentava algumas escoriações leves devido à fuga pelo mato. Ele foi algemado pelos militares pra impedir que tentasse fugir. 

A esposa da vítimas e o suspeito foram encaminhados à delegacia para as devidas providências que o caso requer. Já o idoso foi encamihado ao hospital para receber atendimento e deverá prestar depoimento sobre o ocorrido. O caso é investigado pela Polícia Civil.