Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa noite, Sexta Feira 19 de Agosto de 2022

Menu

Polícia

Governo de Mato Grosso investiu R$ 165 milhões na segurança pública da Capital

Investimentos feitos em Cuiabá contemplaram aquisição de equipamentos, novas tecnologias, viaturas, armas, fardas e a construção e reforma de unidades prisionais

Nos últimos 3 anos | 09 de Abril de 2022 as 18h 01min
Fonte: Wellyngton Souza - Sesp-MT

Foto: Secom-MT

Cuiabá completou 303 anos nessa sexta-feira (08.04) com R$ 165,1 milhões de investimentos do Governo de Mato Grosso na área da segurança pública, em três anos de gestão. Foram recursos aplicados em aquisições de equipamentos, viaturas, armas e fardamentos que permitiram modernizar o trabalho das forças policiais, bem como na construção e reforma de unidades penais da Capital. 

Uma das melhorias propiciadas pela atual gestão foi a troca e padronização das armas da Polícia Militar e da Polícia Judiciária Civil. Até o final deste ano, todo o policial militar ou civil terá uma pistola da marca Glock 9mm, uma das melhores do mundo. Além disso, estão sendo adquiridas armas longas da marca Sigsauer, também uma das melhores, para reforço das forças de segurança.

Para Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), da Capital, foram mais de R$ 13,5 milhões de recursos próprios do Governo do Estado. Esse aparelhamento propiciou maior produtividade das forças de segurança e, consequentemente, redução nos índices criminais.

O secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, afirma que nunca houve tantos investimentos na história da segurança pública de Mato Grosso, no âmbito estadual e regional.

“Tudo foi pensado dentro de um planejamento estratégico, com dinheiro em caixa, para ações e obras entregues com recursos do Estado e que contemplaram todos os municípios", afirmou o gestor.

Somente na Penitenciária Central do Estado (PCE) foram investidos R$ 94,9 milhões. Os valores foram aplicados para construção de seis novos raios no valor de R$ 70,9 milhões; a construção do raio de segurança máxima estimado em R$ 14,3 milhões e a reforma do raio 6 no valor R$ 9,7 milhões, que ofertará 430 novas vagas. 

"Esses são exemplos que estão garantindo melhor qualidade no trabalho das policiais penais, como também na acomodação de pessoas privadas de liberdade", apontou o diretor da PCE, Lindomar Henrique da Silva Rocha.

Ainda no sistema prisional, o Governo destinou R$ 218,4 mil para a realização de reformas na Penitenciária Feminina Ana Maria do Couto May e no Centro de Custódia de Cuiabá. 

"Teremos mais dignidade para nossos internos e para com o trabalho de segurança dos nossos policiais penais. Já avançamos muito e temos a expectativa de avançar ainda mais", comentou a diretora do Ana Maria do Couto, Maria Giselma.

O Governo também fez uma importante ação voltada para o Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) com a compra de duas aeronaves: um helicóptero e uma aeronave Cheyenne II, com investimentos de R$ 21,4 milhões e R$ 4,2 milhões, respectivamente.

"Os nossos centros de operações estão cada vez mais focados no aprimoramento dos serviços prestados à sociedade mato-grossense, como também, na busca de utilizar com maior eficácia os recursos dos quais estamos responsáveis", avaliou o secretário-adjunto de Integração Operacional, coronel PM Juliano Chiroli.