Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa noite, Sexta Feira 19 de Agosto de 2022

Menu

Polícia

Enfermeira é morta com 20 facadas; filho é preso

Caso foi registrado como feminicídio

Várzea Grande | 01 de Agosto de 2022 as 14h 13min
Fonte: Gazeta Digital

Foto: João Vieira/Gazeta Digital (GD)

Fabiana Maria Amado da Silva, 39, foi encontrada morta dentro da sua casa, no bairro Parque Paiaguás, em Várzea Grande. O filho dela estava bastante exaltado no momento do flagrante policial. Ele está na delegacia, apontado como suspeito do crime.

As informações preliminares, já que o flagrante ainda está em andamento. Mas, sabe-se que por volta das 3h, a equipe da PM foi acionada para atender uma ocorrência de possível suicídio. Mas, quando chegaram, já encontraram Fabiana desacordada.

Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e a equipe constatou a morte dela. Local foi isolado para os trabalhos da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e perícia oficial.

Delegado orientou aos PMs que levassem o filho da vítima, de 19 anos, para a delegacia, já que era a única pessoa na cena do crime. Vizinhos contaram que ouviram a vítima gritando, pedindo socorro. Mas, preferiram não intrometer na situação.

Testemunha do crime contou à reportagem que ouviram o suspeito gritando na madrugada. "Socorro, minha mãe está caída", dizia ele, que teria passado a tarde bebendo. A princípio, os policiais achavam que o crime seria suicídio. 

Mas, quando a equipe do Samu flagrou o corpo da vítima, percebeu que podia se tratar de um crime e pediu o isolamento do local. Delegado Hércules Batista Gonçalves, da DHPP, está responsável pelo caso, que foi registrado como feminicídio.