Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Domingo 03 de Julho de 2022

Menu

Polícia

Casal de primos está desaparecido há 1 mês; família pede ajuda

Thaynara dos Santos Silva e Carlos Henrique Souza não são vistos desde o dia 5 de abril

Desaparecidos | 03 de Maio de 2022 as 14h 20min
Fonte: Mídia News

Foto: Reprodução

Os familiares de Thaynara Chrystini dos Santos Silva e Carlos Henrique da Silva Souza, ambos de 20 anos, pedem ajuda para localizar os jovens, que estão desaparecidos há quase um mês.

Thaynara e Carlos, que são primos, sumiram no dia 5 de abril durante um evento esportivo que era realizado no Ginásio de Esportes Arlindo Buck, em Barra do Bugres. A tia de Thaynara, que preferiu não se identificar, relatou ao MidiaNews que é professora de matemática e no dia do evento chegou a ver a sobrinha. No entanto, a jovem estava com os amigos, por isso não se aproximou.

A professora conta que uma amiga da sobrinha afirmou à Polícia que estava com a jovem quando um amigo se aproximou e pediu para conversar com Thaynara. A jovem aceitou acompanhar o colega, mas chamou o primo, Carlos Henrique, para ir junto com ela até outro ponto do ginásio.

A testemunha disse que permaneceu dentro do ginásio aguardando o retorno dos primos, porém, como eles estavam demorando, a amiga decidiu ir procurá-los, mas já não encontrou ninguém.

Com o sumiço dos jovens, a mãe de Thaynara tentou ligar para o celular de ambos, mas as chamadas caíam direto na caixa postal. Devido à falta de informações, os familiares foram até a Delegacia da Polícia Civil de Barra do Bugres, onde registraram a ocorrência.

Investigações

A reportagem conversou com a delegada Renata Evangelista, que informou que as investigações levam a crer que o desaparecimento de Thaynara e Carlos Henrique ocorreu por envolvimento com tráfico de drogas.

A delegada ainda afirmou que os investigadores do Município estão empenhados em concluir a investigação, já que faz quase um mês que os jovens sumiram. “A gente entende que a população quer respostas e estamos empenhados e conseguir concluir as investigações, mas é um caso delicado”, disse ao MidiaNews.

Foram realizadas oitivas tanto dos familiares quanto de testemunhas e as investigações já estão avançadas. No entanto, a delegada não pôde repassar detalhes sobre suspeitos. Caso alguém tenha informações sobre o paradeiro dos jovens pode entrar em contato de forma anônima pelo telefone da Polícia Ciivl: 197