Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Sexta Feira 24 de Setembro de 2021

Polícia

Acusado de matar engenheira também será julgado por tentar matar namorado da vítima

Jackson Furlan, de 30 anos, teria ficado com raiva da lentidão no trânsito

Sorriso | 12 de Abril de 2021 as 11h 49min
Fonte: Informações G1

Jackson Furlan, de 30 anos, acusado de matar a engenheira agrônoma Julia Barbosa de Souza, de 28 anos, em novembro de 2019 em Sorriso, a 432 km de Cuiabá, também deverá responder por tentativa de homicídio contra o namorado da vítima, Vitor Giglio.

A medida atende a uma ação do Ministério Público, já que existem provas de que ele poderia ter matado não só Julia, mas Vitor também. Jackson está preso em Sorriso.

O caso

A engenheira agrônoma Julia Barbosa de Souza estava em uma caminhonete, junto com o namorado, na noite de 9 de novembro de 2019.

Conforme a Polícia Civil, o casal teria sido perseguido depois de ultrapassar outra caminhonete. Quando foi ultrapassado, Jackson Furlan teria ficado irritado. Ele buzinou diversas vezes e queria que o casal parasse o veículo.

Eles foram perseguidos pelo motorista até que, em determinado momento, o suspeito sacou uma arma e disparou. O tiro atingiu a cabeça da vítima.

O namorado da jovem socorreu a vítima até um hospital e a polícia foi chamada. Ela não resistiu e morreu na unidade de saúde.