Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Sábado 18 de Setembro de 2021

Notícias dos Poderes

Semeando intrigas políticas

| 05 de Agosto de 2021 as 11h 54min

Alguém parece estar se esforçando para gerar atrito entre a ex-prefeita de Sinop, Rosana Martinelli e o deputado federal, Juarez Costa (MDB). A tentativa de plantar discórdia veio através de uma nota, em uma seção editorial de um site da capital.

O comentário político afirmava que Juarez boicotou o ingresso de Rosana no MDB. O site reportou ainda que a filiação da ex-prefeita já havia sido acordada com o cacique do partido, o deputado Carlos Bezerra. Na contramão, Juarez teria batido o pé e fechado as portas do MDB para Rosana.

Só faltou combinar a história com a pessoa envolvida. Ao GC Notícias, Rosana desmentiu o que foi publicado pelo site da capital. A ex-prefeita negou que tivesse uma conversa em estágio avançado para ingressar no MDB ou mesmo que tivesse tomado uma “portada” da sigla. “Isso simplesmente não aconteceu”, disse Rosana, revelando que tem conversado também com outros partidos.

A ex-prefeita aproveitou ainda para mandar um recado ao deputado federal: “Juarez nunca mandou e nunca vai mandar na minha vida política. Não é ele que decide para que partido eu vou”, declarou.

A alfinetada continuou: “Ele é deputado federal e deve se preocupar em não fazer um mandato pífio”.

Rosana e Juarez tem um histórico político. Ela foi vice no segundo mandato de Juarez como prefeito de Sinop. O posto colocou Rosana como sucessora natural e ela acabou sendo eleita. Antes de Rosana concluir seu mandato, os dois começaram a se distanciar politicamente e, por fim, Juarez entrou para a disputa, inviabilizando a reeleição de Rosana. A ex-prefeita abriu mão da disputa e rendeu apoio ao projeto político de Roberto Dorner, que acabou derrotando Juarez nas urnas.