Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa noite, Quarta Feira 18 de Maio de 2022

Menu

Notícias dos Poderes

O vice do vice

| 29 de Abril de 2022 as 11h 42min

Qual será o papel de Mauro Carvalho nas eleições de 2022? O empresário e amigo pessoal do governador Mauro Mendes, deixou o cargo da Casa Civil no final do mês de março, no prazo estabelecido pela legislação eleitoral para aqueles que pretendem disputar o pleito.

A saída foi à francesa. Diferente dos demais secretários que deixaram os cargos já anunciando que iriam para disputa eleitoral, Mauro Carvalho não explicitou se iria ou não para o palanque. Nem chegou a dizer em qual palanque. A imprensa cuiabana até deu uma especulada, projetando Carvalho como um eventual suplente de senador. Pouco provável.

O ex-Casa Civil é, nesse momento, o vice do vice. É o que garante uma alta fonte do poder judiciário da capital, mas que é muito bem relacionada nos bastidores da política. A informação é de que Carvalho será o vice de Mauro Mendes, que alça a reeleição. Seria uma chapa com Mauro ao quadrado.

Oficialmente o candidato à vice é Otaviano Pivetta – reeditando a chapa de 2018. Mas nada impediria de, na reta final, Pivetta ter outra aspiração política, ou mesmo decidir “se dedicar aos seus negócios”, com manda o discurso pronto de empresário investido na política. E nesse caso, o caminho se abriria para o vice, do vice.

O ex-secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo, esteve no GC Notícias essa semana e a redação levantou o assunto. Para ele, a descompatibilização de Carvalho foi uma estratégia para o grupo político do governador ter uma “reserva técnica”, com nomes sólidos para serem utilizados em uma eventual composição, conforme a necessidade do cenário. Gilberto se referiu a Carvalho como um “coringa” no baralho de Mauro Mendes.

O GC Notícias entrou em contato com o ex-Casa Civil para saber em que momento o “coringa” seria sacado da manga. Carvalho não respondeu à reportagem.