Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Quarta Feira 17 de Abril de 2024

Menu

Índice negativo

Várzea Grande está entre as 20 piores cidades do país no Ranking do Saneamento

Geral | 20 de Março de 2024 as 12h 33min
Fonte: Redação

Foto: Divulgação

O Instituto Trata Brasil (ITB), em parceria com GO Associados, publicou a 16ª edição do Ranking do Saneamento 2024 com o foco nos 100 municípios mais populosos do Brasil. Conforme o levantamento, Várzea Grande aparece entre os 20 piores municípios do país.

Para produzir o ranqueamento, foram levados em consideração indicadores do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), ano-base de 2022, publicado pelo Ministério das Cidades. Desde 2009, o Instituto Trata Brasil monitora os indicadores dos maiores municípios brasileiros com base na população, com o objetivo de dar luz a um problema histórico vivido no país.

Dos 20 piores municípios do Ranking de 2024, a distribuição pelas regiões do país foi maior, sendo que Várzea Grande é a única cidade da região Centro-Oeste que aparece no levantamento, na 12ª colocação.

Conforme o instituto, a falta de acesso à água potável impacta quase 32 milhões de pessoas e cerca de 90 milhões de brasileiros não possuem acesso à coleta de esgoto, refletindo em problemas na saúde para a população que diariamente sofre, hospitalizada por doenças de veiculação hídrica.

Os dados do SNIS apontam que o país ainda tem grandes dificuldades com a coleta e com o tratamento de esgoto. Comparando os dados do SNIS, anos-base 2021 e 2022, a coleta de esgoto subiu de 55,8% para 56% – aumento de 0,2 p.p. – e o tratamento foi de 51,2% para 52,2%, aumento de 1 p.p.. De acordo com os dados mais recentes, mais de 5,2 mil piscinas olímpicas de esgoto sem tratamento são despejadas na natureza diariamente.

COMENTE ABAIXO: