Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa noite, Quarta Feira 18 de Maio de 2022

Menu

Geral

UHE Sinop pagou quase R$ 7,5 milhões em royalties por uso da água em 2021

O valor referente à geração da usina hidrelétrica no MT foi 126% maior em comparação ao ano anterior. Parte dos investimentos foi para municípios vizinhos ao empreendimento

Dia Mundial da Água | 21 de Março de 2022 as 15h 40min
Fonte: Assessoria

Foto: Assessoria

No Dia Mundial da Água (22/03), a Sinop Energia mostra como este recurso natural, que além de essencial para o planeta, também gera energia e consequentemente rende benefícios econômicos através da Compensação Financeira Pela Utilização de Recursos Hídricos. Em 2021, a Usina Hidrelétrica (UHE) Sinop, administrada pela empresa, gerou cerca de R$ 7,5 milhões em royalties por uso da água, valor 126% maior do que o ano anterior. A quantia é paga em virtude da geração mensal de energia do empreendimento e é repassada à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que distribui o montante ao Mato Grosso, cinco municípios do estado, além de órgãos do Governo Federal. O aumento do repasse foi motivado pela robustez da operação, por meio da atividade contínua em 2021, batendo recordes na geração de energia. Em pouco mais de dois anos de operação, a produção já rendeu aproximadamente R$11 milhões à esfera pública.

Localizada no Rio Teles Pires (MT), a UHE Sinop produz e leva energia limpa e renovável para 1,6 milhão de pessoas do Mato Grosso, o que corresponde à metade da população do estado. Os municípios vizinhos ao empreendimento são beneficiados por meio do pagamento de royalties da água, que são aplicados individualmente pelas prefeituras no desenvolvimento socioeconômico local. Em 2021, os investimentos somaram mais de R$ 4,3 milhões em repasses aos municípios, divididos da seguinte forma: Sinop (R$ 2,44 milhões); Cláudia (R$ 595 mil); Itaúba (R$ 541 mil); Sorriso (R$ 400 mil); e Ipiranga (R$ 334 mil).

Outros beneficiados pela compensação são o Governo Estadual do Mato Grosso, que recebeu 1,65 milhões em 2021; e órgãos do Governo Federal, como a Agência Nacional de Águas (ANA), que ficou com R$ 796 mil, o Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT) que recebeu R$ 265 mil, e os Ministérios do Meio Ambiente e de Minas e Energia ficaram com R$ 199 mil cada.

“A operação do empreendimento e a gestão da companhia vão muito além da geração de energia. A atividade desenvolvida pela Sinop Energia chega ao dia a dia das pessoas, servindo como ponte para viabilizar saúde, educação, segurança e tantos outros serviços públicos. Nosso compromisso com a população é continuar promovendo o desenvolvimento social e econômico das comunidades vizinhas”, afirma Ricardo Padilha, diretor presidente da Sinop Energia.

 

Recordes de geração de energia em 2021

O pagamento dos royalties da água está diretamente ligado à produção de energia. O valor pago pela UHE Sinop cresceu em 126% no ano passado, isso só foi possível devido às conquistas históricas de geração de energia da usina. No primeiro semestre de 2021, o empreendimento registrou recordes de geração, chegando a alcançar 227 GWh em março. No acumulado, a hidrelétrica produziu mais de 1,3 milhão MWh ao longo do ano.

 

Sobre os royalties da água

O valor total a ser distribuído pelas geradoras é equivalente a cerca de 7% de toda a energia produzida mensalmente pelas usinas hidrelétricas, valorada pela TAR - Tarifa Atualizada de Referência, determinada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A quantia é repartida entre estados e municípios localizados na área de influência dos reservatórios das hidrelétricas da empresa e órgãos da administração direta da União. A Aneel gerencia a arrecadação e a distribuição dos recursos. A compensação é repassada mensalmente e não pode ser usada para pagamento de folha de pessoal ou para quitar dívidas, exceto as contraídas junto à União. Entretanto, municípios têm liberdade de aplicação e destinação destes recursos podendo priorizar os anseios das comunidades.

 

Sobre a Sinop Energia

A Sinop Energia é responsável pela construção e operação da Usina Hidrelétrica (UHE) Sinop. A empresa é uma sociedade de propósito específico formada pelos acionistas EDF Norte Fluminense (51%), Eletronorte (24,5%) e Chesf (24,5%). Com capacidade instalada de 401,88 MW e localizado no rio Teles Pires, o empreendimento gera energia limpa e renovável para metade do estado de Mato Grosso.