Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa noite, Terça Feira 17 de Maio de 2022

Menu

Geral

UHE Sinop bate novo recorde de geração de energia

Empreendimento superou em 7% volume gerado no mês de janeiro

Águas de março | 12 de Abril de 2022 as 11h 41min
Fonte: Jamerson Miléski

Foto: Assessoria UHE Sinop

Passados pouco mais de 2 anos do início da operação comercial, a Usina Hidrelétrica de Sinop está com suas máquinas devidamente calibradas. Pela segunda vez no ano, a empresa quebra o seu recorde de geração.

A primeira marca havia sido alcançada em março de 2021, quando o empreendimento gerou 226,6 GWh/mês. Foi somente em janeiro de 2022 que o volume foi superado, com uma geração de 252,7 GWh/mês. Agora, em março de 2022, a usina gerou 270,2 GWh/mês.

Segundo o diretor presidente da Sinop Energia – empresa que construiu e administra a UHE Sinop – Ricardo Padilha, a marca representa a conclusão do processo de ajuste nos maquinários. “No setor energético chamamos esse processo de ‘curva da banheira’. O empreendimento começa com uma geração alta no início da operação, segue com uma queda no volume e à medida que o equipamento vai sendo ajustado, volta ao patamar mais alto, estabilizando a produção. Em geral, são dois anos para essa curva estabilizar”, explica o diretor.

A UHE Sinop possui uma potência instalada de 401 MW, com duas turbinas Keplan de 200 MW cada. Padilha acredita que a geração se manterá estável a partir de agora. Oscilações no volume estão previstas em função do período de seca, quando a escassez de chuva reduz o recurso hídrico utilizado para mover as turbinas. Como a UHE Sinop possui um reservatório de 342 quilômetros quadrados, a geração deve manter uma estabilidade mesmo no período sem chuvas. A usina opera com uma cota máxima de 302 e mínima de 292.

O volume gerado é suficiente para atender as necessidades de energia elétrica de uma população de 1,6 milhão de pessoas. A eletricidade produzida é conectada ao sistema nacional.