Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa tarde, Terça Feira 19 de Outubro de 2021

Geral

UBS’s de Sinop atenderão exclusivamente Covid nos próximos 15 dias

Novas medidas | 22 de Março de 2021 as 09h 24min
Fonte: Karoline Kuhn - Prefeitura de Sinop

Foto: Divulgação

Todas as Unidades Básicas de Saúde de Sinop passarão a atender, a partir desta segunda-feira (22), apenas pacientes suspeitos de Covid-19 e os casos considerados de urgência e emergência. A medida adotada pela Secretaria de Saúde tem como objetivo absorver a alta demanda e desafogar as unidades de referência. A princípio, a decisão é válida por 15 dias.

Os atendimentos serão de segunda à sexta-feira, das 7h às 11h e das 13h às 17h. A entrada seguirá no chamado fluxo em Y, onde pacientes com sintomas gripais são direcionados a uma entrada e sala de atendimento diferentes dos demais casos (urgência e emergência). A princípio, as unidades onde há salas de vacinas não terão os serviços de vacinação de rotina suspensos justamente devido a esse esquema de entrada diferenciada.

“A partir de segunda-feira, todas as unidades estarão atendendo Covid. Para você que está com suspeita não precise se deslocar, ou não precise ficar aguardando por mais tempo de atendimento. Então aqui a gente faz um apelo, nos primeiros sintomas procure imediatamente sua unidade, converse com o seu médico. Se você acha que deve fazer o tratamento precoce, converse com o médico, peça a ele para prescrever. É uma conversa entre o paciente e o médico”, explicou o secretário de Saúde, Valério Gobbato.

Os atendimentos eletivos (por agendamento) estão sendo desmarcados e serão reagendados para datas futuras pelas equipes das Unidades Básicas. O mesmo se aplica aos atendimentos odontológicos. Apenas as urgências e emergências serão realizadas nas unidades de saúde. Nos demais horários, os profissionais da odontologia reforçarão nos trabalhos de elaboração das notificações e de digitação, contribuindo juntamente com as equipes de enfermagem para a agilidade no atendimento dos pacientes.

Para o médico Francisco Specian Junior, a medida auxiliará na identificação mais rápida dos casos e, consequentemente, no tratamento. “Vamos fazer que a equipe toda trabalhe em uma única questão: combate a Covid. Então não terá aglomeração, não terá muita fila de espera, porque todos os profissionais médicos e enfermeiros vão estar disponibilizados para fazer atendimento às pessoas com suspeitas de Covid para que a gente possa diagnosticar o mais rápido possível, ajudar a tratar, ajudar a conduzir”, destacou.

Desde fevereiro, além dos pontos de referência, pelo menos 16 unidades de saúde estavam atendendo casos Covid simultaneamente a outras doenças, no chamado fluxo em Y. Dados da Secretaria de Saúde apontam que de 1º de março até o dia 15, a média de atendimentos médicos nas unidades de saúde foi de 774 por dia. Alta considerável em relação aos meses de janeiro (média de 290 atendimentos/dia) e fevereiro (345 atendimentos/dia).

Também nos primeiros 15 dias deste mês, foram enviados ao Laboratório Central de Saúde Pública de Mato Grosso (LACEN) 858 exames do tipo RT-PCR para análises. Destes, 39,2% positivaram para doença.

Desde o início da pandemia até neste domingo (21), Sinop registrou 14,2 mil casos confirmados para a Covid. Destes, 13,6 mil estão recuperados. No entanto, 220 pessoas não resistiram e morreram.

 

Outras unidades de atendimento:

Na unidade de referência Covid Primaveras, os atendimentos seguem das 7h às 19h, sem intervalos de segunda a sexta-feira, com consultas médicas e coleta de exames.

Na unidade de referência Covid Paraíso, os atendimentos também são das 7h às 19h, apenas com a coleta de exames RT-PCR (com prescrição médica) e dispensação de medicamentos. Nesta unidade não são realizadas consultas médicas.

À noite e aos finais de semana, os atendimentos para casos de Covid-19 são realizados na Unidade Básica Maria Vindilina II e na Upinha, no Jardim Ibirapuera.