Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Segunda Feira 26 de Fevereiro de 2024

Menu

Falta de chuva

Sorriso decreta situação de emergência por falta de chuva

De acordo com a prefeitura, entre setembro e dezembro eram esperados 1.000 milímetros e choveu apenas 399,2 milímetros

Geral | 23 de Dezembro de 2023 as 11h 59min
Fonte: Redação G1-MT

Foto: Bruno Bortolozo/TVCA

O município de Sorriso,  decretou situação de emergência devido à falta de chuva. O documento foi assinado, nesta quinta-feira (21), pelo prefeito Ari Lafin (PSDB). De acordo com a prefeitura, entre setembro e dezembro eram esperados 1.000 milímetros e choveu apenas 399,2 milímetros.

De acordo com o presidente do Sindicato Rural de Sorriso, Sadi Beledelli, o prefeito se reuniu com os órgãos de representação de classe para achar uma solução neste período de estiagem.

“Vamos ter uma perda de produtividade entre 15% e 20% neste ano em Sorriso. É uma perda considerável que vai trazer prejuízos para a classe produtora e para a sociedade. O decreto é uma medida importante e vamos ver as consequências do que vai acontecer durante essa safra”, disse.

A decisão foi tomada, em conjunto com o Comitê de Monitoramento Climático, recentemente formada para tratar de assuntos relativos à escassez de chuvas.

O decreto também cita as ondas de calor que trazem expressivos prejuízos econômicos e sociais, com a redução na produção. Segundo a prefeitura, a Defesa Civil também recomendou a situação de emergência.

O decreto tem validade de 180 dias.