Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Sexta Feira 22 de Outubro de 2021

Geral

Sistemas de gerenciamento de laudos e produtividade são apresentados ao secretário de Segurança Pública

Na oportunidade, as principais demandas e necessidades no desenvolvimento dos sistemas, de suporte e tecnologia de informação foram niveladas

POLITEC | 06 de Julho de 2021 as 10h 21min
Fonte: Tita Mara Teixeira - Politec-MT

Foto: Tita Mara Teixeira - Politec-MT

Os produtos de Tecnologia de Informação que são desenvolvidos pela Fábrica de Software da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) foram apresentados ao secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, durante visita realizada na instituição, nesta segunda-feira (05.07).

Dentre eles, o sistema de monitoramento de produtividade, e o sistema de gerenciamento de requisições e laudos periciais. O sistema web criado para o gerenciamento de requisições e laudos para unidades periciais da Politec é desenvolvido pelo Núcleo de Tecnologia da Informação (NUTI-UFMT) em parceria com a Politec viabilizado com financiamento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso (Fapemat), e já está em fase final de elaboração.

Na nova plataforma, serão mantidos os recursos do sistema de laudos atual, como, a disponibilização destes documentos via internet, por meio de um login e senha pessoal fornecido às autoridades requisitantes (peritos criminais, delegados de polícia, promotores de justiça e juízes de Direito). Ele substituirá os sistemas de gerenciamento de laudos já existentes, integrando todas as funcionalidades destes em uma única plataforma mais moderna e ágil. Além disso, este sistema servirá de base para a integração de novos serviços a serem desenvolvidos na instituição.

“A principal proposta é ser um sistema totalmente flexível que qualquer gerência de qualquer setor da Politec consiga utilizá-lo, ele não é um sistema específico para determinada área, substituindo os sistemas existentes, e integrando-o com as perícias de todas as diretorias’’, explicou o gerente da Fábrica de Software, Pedro Zenere.

Já o sistema de monitoramento de registro de laudos possibilitará o acesso em tempo real às informações sobre indicadores de produtividade; o quantitativo de laudos registrados, concluídos e pendentes, dentre outras. Os dados são segmentados por diretorias, coordenadorias e gerências; município; macro naturezas e sub-naturezas, e poderão ser acessados pelos gestores da instituição, facilitando a visualização dos indicadores, e contribuindo para a tomada de decisões. Em breve, um módulo será disponibilizado no site da Politec, possibilitando, desta forma, o acesso à informação sobre a produtividade ao público em geral.

Ele está sendo desenvolvido por meio do aplicativo Power BI Desktop, que é um programa gratuito que pode ser instalado no computador local e que permite a conexão de dados, transformação e visualização destes. Os relatórios apresentados no aplicativo são retroalimentados pelo banco de dados de laudos da Secretaria de Estado de Segurança Pública.

Na oportunidade, as principais demandas e necessidades no desenvolvimento dos sistemas, de suporte e tecnologia de informação foram niveladas com o Secretário de Estado de Segurança Pública. Em seguida, o secretário realizou visitas às unidades da Politec.

“É muito bom saber sobre os avanços que estão acontecendo, em relação à produtividade, onde tivemos mais de 100% dos laudos efetivados este ano, e estamos no caminho certo. A Tecnologia da Informação é uma área que avançou muito na Politec. Estão sendo desenvolvidos sistemas próprios, que proporcionam um maior controle tanto do trabalho quanto do produto final, que é o laudo. São ferramentas resultantes de parcerias com as universidades, onde os técnicos vêm trazer as principais necessidades nos laudos periciais, então, trata-se do conhecimento das academias com o pessoal finalístico, trazendo o avanço que nós queremos”, pontuou Bustamante.

O setor trabalha ainda no desenvolvimento do sistema de gestão de patrimônios, que se encontra em fase de testes e reestruturação. A ferramenta irá permitir o rastreamento dos patrimônios, com a emissão de relatórios e históricos sobre a utilização dos bens, além de possibilitar o registro e transferência de itens no sistema informatizado. Compõem a Fábrica de Software quatro estagiários, dois analistas de sistemas e dois programadores.