Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa tarde, Quarta Feira 18 de Maio de 2022

Menu

Geral

Sinop registra zero caso de Covid-19 nas últimas 24h

Boletim da secretaria de saúde desta segunda-feira apontou nenhum novo caso da doença

Marca | 28 de Março de 2022 as 16h 58min
Fonte: Jamerson Miléski

Foto: Divulgação

Dois anos após o primeiro caso de Covid-19 ser registrado no município de Sinop, a cidade volta a contabilizar nenhum novo caso da doença. O Boletim Epidemiológico de Covid-19, publicado diariamente pela secretaria de saúde, nesta segunda-feira (28), aponta zero casos confirmados nas últimas 24 horas.

Os números de novos casos de Covid-19 na população de Sinop tem se mantido estáveis desde o início do mês de março, oscilando entre um e três casos por dia. Nesta segunda-feira a marca zero foi alcançada. O primeiro caso de Covid-19 em Sinop foi computado no dia 23 de março de 2020.

A rede hospitalar dedicada ao socorro dos pacientes com Covid-19 está “limpa”. Há apenas um paciente internado na rede pública de Sinop, mas que reside fora do município. Outro paciente, também de fora, está internado em um estabelecimento privado.

Nesses dois anos de pandemia em Sinop foram notificados 72.101 casos da doença, sendo 33.649 casos confirmados – cerca de 23% da população local (IBGE), contraiu o vírus. Foram 489 mortos, sendo 346 portadores de comorbidades e 143 pacientes sem histórico médico de complicações.

Embora no começo da gestão da pandemia, em junho de 2020, a secretaria tenha adotado o “kit Covid”, com cloroquina e azitromicina, a queda no número de casos e de óbitos só ocorreu com o avanço da vacinação. Os picos de infecção no município ocorreram em agosto de 2020, janeiro a março de 2021, outubro de 2021 e uma leve elevação em janeiro desse ano.

Para a secretária de saúde de Sinop, Daniela Galhardo, a queda significativa no número de casos está diretamente associada ao avanço na cobertura vacinal. “À medida que a população foi sendo vacinada, o número de casos caiu e mesmo a terceira onda registrada no final de 2021 foi tênue em razão da imunização. Cerca de 90% dos pacientes infectados tiveram casos leves de Covid”, declarou a secretária.

De acordo com os dados da secretaria de saúde, em Sinop foram aplicadas 249 mil doses de vacina contra o Covid-19. Pouco mais de 103 mil pessoas estão com o ciclo vacinal completo – 70,5% da população. A maior “falha” na cobertura está na vacinação das crianças entre 5 a 11 anos. Embora mais de 4 mil crianças nessa faixa etária tenham tomado a primeira dose, apenas 186 tomaram a segunda parte do imunizante. “Esse número baixo deve-se a uma resistência inicial na vacinação infantil. A população local demorou para começar a vacinar as crianças, mas aos poucos nossas campanhas foram esclarecendo as pessoas. Nos próximos dias essa quantidade de crianças com a 2ª dose deve subir consideravelmente”, firmou a Daniela.

Com o avanço da população, a queda dos decretos, o fim da obrigação do uso de máscaras e agora com a marca de zero caso, acabou a pandemia? A secretária responde: “A pandemia não acabou. A população precisa ter a consciência e se cuidar, principalmente quem não tomou ainda a 3ª dose de reforço”, alertou.

 

Anciões ceifados

A estatística de Sinop mostra que 64% dos mortos por Covid foram do sexo masculino. Quanto à idade, 296 mortos pela doença tinham mais de 60 anos de idade – cerca de 60% das vítimas da doença.

Os demais 40% dos casos de óbitos foram de pessoas com menos de 60 anos de idade, incluindo 6 mortes de pessoas entre zero e 20 anos de idade.