Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Domingo 19 de Setembro de 2021

Geral

Shopping Sinop inaugura em outubro deste ano

O estimado de vendas é de 21 milhões por mês

Investimento | 19 de Junho de 2021 as 13h 06min
Fonte: Redação com assessoria

O Shopping Sinop, que será inaugurado em outubro deste ano, visa atrair visitantes e moradores de aproximadamente 30 cidades em dois estados, Mato Grosso (MT) e Pará (PA). O estimado de vendas é de 21 milhões por mês. O empreendimento terá 4 salas de cinema e 20 restaurantes e fast food.

Segundo o diretor da Empreendi, uma das empresas envolvidas na concepção do projeto e da obra, Roberto Martins, a facilidade de acesso, por meio da BR-163, permite que os públicos dessas cidades visitem o shopping para compras, lazer e entretenimento, já que será o 1° e único shopping em um raio de 500 km.

“Sinop recebe habitualmente um número expressivo de visitantes do entorno. Gente que compra carro novo, vem fazer consultas, visitar os filhos nas faculdades, donos de fazendas e gerentes de propriedades. Por essa razão é que estamos praticamente no centro da cidade, mas do lado da Cuiabá-Santarém onde circulam mais de 20 mil veículos por dia”, detalhou Martins.

Entre projetos, terrenos, obras e o acabamento, foram investidos aproximadamente R$250 milhões. “Trouxemos inovações que não são tão comuns em outros shoppings do país, o que se tornou um certo desafio ”, descreveu Roberto.

As 4 entradas apresentam arquitetura padrão, sendo assim, não há uma única entrada principal. Esse detalhe foi pensado para que todas as lojas e quiosques tenham destaque. O Shopping Sinop soma 22.750 m2 de área de lojas, e 40,5mil m² de área construída em terreno com 200 mil m², ou seja, ainda há espaço para expansão.

Inicialmente, serão disponibilizadas 1.405 vagas de estacionamento. O prédio foi projetado para desenvolver de forma sustentável e com medidas de preservação ao meio ambiente, entre elas, o reaproveitamento de águas pluviais, equipamentos com eficiência energética e fachada com painéis isotérmicos para reduzir o consumo de energia.