Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Sábado 02 de Julho de 2022

Menu

Geral

Sema capacita policiais militares para o uso de tecnologia na fiscalização ambiental

Agentes vão atuar em campo no combate às infrações ambientais em todo o estado

Imagens de satélite | 11 de Fevereiro de 2022 as 10h 17min
Fonte: Suzana Ataide - Sema-MT

Foto: Sema-MT

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), por meio da Gerência de Planejamento de Fiscalização e Combate ao Desmatamento, promove o curso de capacitação de fiscalização ambiental para policiais militares. O curso iniciou na segunda-feira (07.02) e segue até esta sexta-feira (11.02).

As aulas acontecem de forma presencial com o objetivo de ensinar o conhecimento tecnológico necessário para que os profissionais possam compor as equipes de fiscalização em campo. Os profissionais aprendem, do básico ao avançado, sobre como utilizar diversas ferramentas e bancos de dados para a fiscalização ambiental, incluindo o sistema de monitoramento por satélites Planet. A ferramenta monitora todo o território de Mato Grosso desde 2019, financiada pelo Programa REM Mato Grosso.

O curso ocorre anualmente para os profissionais da Polícia Militar de proteção ambiental por conta da renovação das equipes. A turma deste ano é composta por 13 alunos.

"Este processo é fundamental para a realização de um trabalho integrado e é resultado de uma estratégia que foi definida pelo Estado e instituições parceiras, Batalhão da Polícia Militar de Proteção Ambiental e Corpo de Bombeiros, para desenvolver métodos alinhados de combate às infrações contra a flora" conta a analista ambiental da Sema e instrutora do curso, Lauriene Evelyn de Castro.

Ela ressalta que o curso ainda possibilita a integração entre os agentes públicos, melhora os processos, e aumenta o número de pessoas aptas para estarem em campo.

Após a capacitação, os policiais vão atuar principalmente no âmbito da fiscalização de combate às infrações contra o meio ambiente, que envolvem desmatamento e exploração florestal ilegal, em todo o estado.